Siga o OTD

Tóquio 2020

Ana Marcela Cunha conquista a medalha de ouro na maratona aquática em Tóquio

Ana Marcela Cunha faz prova histórica e conquista a medalha de ouro para o Brasil na maratona aquática em Tóquio

(Jonne Roriz/COB)

Ana Marcela Cunha conquista a medalha de ouro na maratona aquática em Tóquio

É Ouro! O Brasil conquistou mais uma medalha de ouro em Tóquio! Pela disputa da maratona aquática feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Ana Marcela Cunha, representante da natação do Time Nissan e do Time Ajinomoto, fez uma prova espetacular na baía de Tóquio e foi a primeira a completar os 10km de prova em 1h59min30s08 e conquistou a quarta medalha de ouro do Brasil no evento na capital japonesa.

-Confira o perfil completo e conheça Ana Marcela Cunha

Com uma prova intensa desde os primeiro metros, a brasileira nunca deixou de figurar entre as primeiras colocadas e soube manter o ritmo forte nos momentos necessários para confirmar a medalha. O pódio foi completo pela holandesa Sharon Rouwendall, que ficou com a prata, e a australiana Kareena Lee.

Ana Marcela Cunha fez prova histórica e praticamente liderou desde o início (Jonne Roriz/COB)

Especialista nas provas de 25km, Ana Marcela Cunha agora acumula todas as medalhas possíveis na sua coleção. Disputada numa distância de 10km, a prova olímpica era a última que faltava em sua galeria recheada, que conta com quatro títulos mundiais, seis títulos de melhor do mundo na modalidade e uma medalha de ouro no Pan de Lima de 2019.

O ouro de Ana Marcela Cunha foi a segunda medalha do país em provas de maratona aquática nas Olimpíadas desde que o evento foi incluído em Pequim 2008. Em 2016, Poliana Okimoto havia levado o bronze no Rio de Janeiro.

A prova

Ana Marcela Cunha fez uma prova de altíssima intensidade e se manteve nas primeiras colocações desde os primeiros dos 10 mil metros de prova. Nadando forte desde o começo da disputa, a brasileira inclusive foi a primeira competidora a cruzar a linha de chegada ao final da primeira volta.

Ana Marcela Cunha maratona aquática Jogos Olímpicos de Tóquio
Ana Marcela Cunha faz história e conquista a medalha de ouro para o Brasil em Tóquio (Jonne Roriz/COB)

Realizando uma disputa franca contra a norte-americana Ashley Twichell durante praticamente todo o percurso, a brasileira fechou a segunda e terceira voltas alternando a primeira e a segunda colocação com a rival dos Estados Unidos.

A partir da quinta das sete voltas previstas, a dupla encontrou duas nova concorrente às primeiras colocações: como a holandesa Sharon Rouwendaal e a alemã Leonie Beck, que passaram a intensificar o ritmo para o quarto final da disputa.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

As duas voltas finais da prova foram marcadas por um aumento bastante significativo na intensidade de todo o pelotão de frente, integrado por ao menos quatro nadadoras, entre elas a brasileira Ana Marcela Cunha.

O momento do toque histórico que garantiu o ouro (Jonne Roriz/COB)

Nos 1,4km finais, a brasileira foi soberana. Liderando desde o início, a nadadora não diminui o ritmo nem por um instante e não deu espaço para os ataques das rivais, que ocorreram em diversos momentos durante a última volta, confirmando a medalha de ouro na prova dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Mais em Tóquio 2020