Siga o OTD

Tóquio-2020

Laguna Olímpico

Novo protocolo para Tóquio-2020 poderá exigir testes diários nos atletas

Segundo imprensa japonesa, novas variantes do coronavírus preocupam e regras de segurança devem ser atualizadas

Preocupação com as variantes do coronavírus pode modificar os protocolos de segurança sanitária nos Jogos (Reprodução/Kyodo News)

Novo protocolo para Tóquio-2020 poderá exigir testes diários nos atletas

Enquanto se discute a questão de vacinação ou não de atletas que disputarão a Olimpíada de Tóquio-2020, os planos alternativos para conter a pandemia do coronavírus são colocados na mesa. É verdade que na semana passada criou-se uma expectativa até exacerbada com a oferta de vacinas da China para os atletas olímpicos e paralímpicos. Mas os organizadores dos Jogos trabalham com cenários reais e para isso, já se fala em aumentar a quantidade de testes PCR para os atletas que competirão no Japão a partir de 23 de julho.

De acordo com a agência de notícias japonesa “Kyodo News”, dentro do comitê organizador local se discute a possibilidade de mudar o protocolo de segurança sanitária e obrigar os atletas a passarem por testagens diárias. Antes, a primeira versão das regras previa que os testes PCR fossem feitos a cada quatro dias.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Siga

O motivo para isso seria o aparecimento, em vários países, de um número cada vez maior de novas cepas do coronavírus e com mais potencial de contaminação. Como a vacinação contra a Covid-19 ainda está apenas começando no Japão, o aumento na testagem seria uma forma de evitar contaminações durante os Jogos.

Exemplos de testes diários em eventos esportivos, como o Mundial masculino de handebol, em janeiro, e o Aberto de tênis da Austrália, em fevereiro, inspiraram os japoneses a adotarem estas medidas de contenção. A grande dúvida é o quanto impactaria nas já abaladas finanças de Tóquio-2020, cujo custo final aumentará consideravelmente pelo adiamento para este ano.

Olímpicas (as curtinhas do blog)

Torcida estrangeira

Deve ser discutida na próxima segunda-feira (29) a presença de torcedores estrangeiros durante os Jogos de Tóquio. Haverá uma reunião entre os integrantes do comitê organizador local e membros de quatro outras entidades, entre elas o COI (Comitê Olímpico Internacional). A menos que ocorra alguma mudança inesperada, será acatada a decisão que o governo japonês tomou na semana passada. Ou seja, não será permitida a entrada de visitantes de outros países para acompanhar os Jogos.

Pan de Ginástica será no Parque Olímpico
Parque Olímpico Rio-2016
A Arena Carioca, que integra o Parque Olímpico da Barra, receberá o Pan-Americano de Ginástica (Crédito: Ricardo Sette)

Melhor impossível a decisão da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) em definir as Arenas Cariocas 1 e 2, no Parque Olímpico da Barra, como sede do Campeonato Pan-Americano de ginástica artística, rítmica e de trampolim. A competição, que acontecerá entre os dias 4 e 13 de junho, definirá as últimas vagas para Tóquio-2020 em cada uma das modalidades. O Brasil herdou a sede da competição após a desistência dos Estados Unidos.

Um acerto duplo, acredito. Primeiro porque a ginástica artística treina diariamente ao lado deste ginásio, no centro de treinamento Time Brasil, instalado no conjunto aquático Maria Lenk. Em segundo lugar, por finalmente dar um uso efetivo a uma das arenas construídas para os Jogos Rio-2016. É para isso que existe o legado olímpico.

Clique no link e seja você também um apoiador do blog. Ajude a combater a monocultura esportiva no Brasil

Mais em Laguna Olímpico