Siga o OTD

Pan 2019

Carol Horta e Angela vencem e se classificam no vôlei de praia

Carol Horta e Angela batem chilenas no vôlei de praia em jogo parelho e passam para próxima fase do torneio

Carol Horta e Angela no vôlei de praia dos Jogos Pan-Americanos
Alexandre Loureiro/COB/arquivo

As brasileiras Carol Horta e Angela venceram as chilenas Mardones e Rivas nesta quinta-feira (25) por 2 a 0 (21/16 e 21/19) pela segunda rodada do torneio de vôlei de praia dos Jogos Pan-Americanos de Lima. Assim, garantiram vaga para a sequência do torneio, faltando apenas decidir se vão direto para as quartas ou terão de jogar as oitavas.

O formato de disputa do vôlei de praia nos Jogos Pan-Americanos 2019 acontece da seguinte maneira: as 16 duplas de cada naipe foram divididas em quatro grupos de quatro. O primeiro colocado de cada chave avança direto às quartas de final. Segundos e terceiros disputam uma rodada eliminatória extra, de oitavas. O quarto cai fora.

A decisão da chave será na sexta (26), com Carol Horta e Angela enfrentando Orellana e Revuelta, representantes do México, às 13h20 (Brasília). No mesmo dia Mardones e Rivas enfrentam a dupla mais fraca da chave, Charles e Valenciana, das Ilhas Virgens. Acompanhe ao vivo o jogo das brasileiras aqui pelo OTD, direto de Lima.

Carol Horta comentou sobre as vantagens de passar em primeiro no grupo. “Sempre é bom sair em primeiro, ganhar todos os jogos. Isso dá confiança para as próximas fases. E evitar um jogo também é menos desgaste, menos cansaço, então é sempre vantagem”.

Carol Horta e Angela no vôlei de praia dos Jogos Pan-Americanos

Angela ataca as chilenas (Jose Tejada/Lima 2019)

Carol Horta e Angela lideram o grupo com quatro pontos, seguidas das mexicanas e das chilenas com três cada. A dupla das Ilhas Virgens tem dois. Todas as equipes jogaram duas partidas.

Jogo parelho

Ao contrário da estreia, desta vez houve jogo apesar de o início parecer que seria um novo passeio. Carol Horta e Angela abriram 4 a 0 em poucos segundos. Sim, segundos. Mas a chilenas entraram no jogo e começaram a fazer seus pontinhos. A partir daí o duelo foi igual até o fim.

A vantagem conquistada no começo do duelo garantiu a vitória na primeira parcial por cinco pontos de vantagem, 21 a 16.

O segundo set continou equilibrado e as chilenas chegaram a abrir 3 a 1. Foi a primeira vez no torneio que as brasileiras ficaram atrás no placar. Logo Carol Horta e Angela se recuperaram, empataram em 4 a 4 e abriram dois no 10 a 8.

Mas Mardones e Rivas não entregaram os pontos e seguiram perseguindo as brasileiras até o final, mas sem conseguir alcançar. No final, Carol Horta e Angela fecharam no 21/19.

Apesar da vitória, após a partida as brasileiras não estavam satisfeitas com o próprio desempenho. “Hoje eu não gostei tanto do meu rendimento, o meu saque não entrou do jeito que entrou ontem, do jeito que eu esperava”, disse Carol Horta.

“Elas tiveram o mérito delas, mas a gente sabe que ainda tem muito a ser feito, trabalhar, e continuar evoluindo como time, como equipe em busca de nossa melhor performance”, comentou Angela.

Nada, porém, que pareça abalar a confiança das duas para o próximo duelo. “A gente vai estudar à noite, ver como é que elas jogaram hoje e fazer as nossas táticas. É um time que já roda mais os torneios. Acredito que vai ser um bom jogo e espero que a gente saia com a vitória”, disse Carol Horta.

Mais em Pan 2019

viagra