Siga o OTD

Ginástica Artística

Brasil vai disputar em casa vagas para os Jogos Olímpicos

Campeonatos pan-americanos de ginástica artística, rítmica e de trampolim serão realizados aqui, valendo classificação para a Olimpíada de Tóquio

Brasil será sede de competição que distribui vagas para os jogos olímpicos (Divulgação/CBG)

Brasil vai disputar em casa vagas para os Jogos Olímpicos

O Brasil será palco dos principais eventos do primeiro semestre da ginástica do continente americano. Os campeonato pan-americanos de ginástica artística, rítmica e de trampolim, além da Copa Pan-Americana de Clubes de ginástica de trampolim, serão realizados no país, em junho. Os locais e datas ainda não foram divulgadas.

A federação dos Estados Unidos, a USA Gymnastics, havia assegurado anteriormente o direito de organizar o evento, que aconteceria em Birmingham, no Alabama. Mas eles desistiram e o Brasil aproveitou para acolher os campeonatos, que valem vagas nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Segundo a presidente da CBG, Luciene Resende, o direito de sediar um evento como o Pan-Americano de Ginástica elevam as chances de classificação olímpica dos atletas do país e também simbolizem um avanço geral para as modalidades no Brasil.

Alice Gomes e Camila Gomes - Mundial de Ginástica de Trampolim
Alice Gomes e Camila Gomes, da Ginástica de Trampolim (RicardoBufolin/PanamericaPress/CBG)

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

“É sempre importante realizar grandes competições, aumentar nosso espaço na mídia, mostrar os encantos da ginástica aos brasileiros. Tenho a certeza de que os olhos de muitas crianças e jovens vão brilhar, e isso é fundamental para atrairmos novos praticantes para a modalidade”, afirma a presidente da CBG.

+ CBG dá início ao ano olímpico com estágio de treinamento

“Não medimos esforços para proporcionar as melhores condições para os nossos ginastas. É claro que a possibilidade de disputar em casa uma competição importantíssima, classificatória para a Olimpíada, é um trunfo muito valioso. Com a confirmação de que poderemos organizar a competição, estamos ainda mais confiantes de que poderemos assegurar vagas olímpicas para a Ginástica do Brasil”, completa.

Mais em Ginástica Artística