Siga o OTD

Giovanna Jucinara seleção feminina de futebol treinos portugal

Futebol

Pia valoriza mescla entre diferentes gerações na seleção

Comandante brasileira citou o exemplo da experiente Formiga e da jovem Giovana para elogiar a boa combinação presente no plantel

Giovanna (esquerda) e Jucinara em treinamento com a seleção (Laura Zago/CBF)

Pia valoriza mescla entre diferentes gerações na seleção

A presença da experiente Formiga e da jovem Giovana no período de treinos da seleção feminina de futebol em Portugal demonstra uma mistura de gerações bastante valorizada pela técnica Pia Sundhage. De acordo com a comandante, a combinação é essencial para valorizar o trabalho já feito e se preparar da melhor forma para o futuro.

“Até agora, essa experiência com as jogadoras mais jovens e mais experientes tem sido fantástica. Até porque resume como tem sido (o futebol feminino) e como será daqui para frente. Dá para imaginar ter a Formiga e a Giovana no mesmo campo jogando na mesma época e trocando passes? Para mim, isso é muito legal. Mostra o futuro do Brasil e ao mesmo tempo evidencia tudo que já conquistamos até agora”, destacou a treinadora.

Em setembro, na Granja Comary, em Teresópolis, Pia Sundhage reuniu as jogadoras que atuam no futebol nacional para uma janela de atividades. A treinadora da seleção feminina de futebol comparou os períodos de preparação, já que no Rio foram apenas atletas que atuam no Brasil e agora, em Portugal, vieram atletas da Europa, Estados Unidos e China.

Pia Sundhage seleção feminina de futebol treinos portugal
Pia em treino na Missão Europa (Laura Zago/CBF)

“Aqui na Europa, em Portugal, a intensidade é um pouco mais alta. Por isso que é importante pensar como vamos combinar essas duas convocações. Porque no final das contas, enfatizamos nossa ideia de jogo em ambos os grupos. Existem boas jogadoras em todo canto do mundo, mas o objetivo é juntar essas atletas com a mesma mentalidade e um objetivo em comum. Do ponto de vista da ideia de jogo e da intensidade, os treinos de ambas convocações têm sido muito bons. Valorizo e sou grata por isso.”

Cultura e carisma

Desde que chegou ao comando da seleção feminina de futebol, a técnica sueca tem tentado compreender a cultura do país. Através, principalmente, da música, esbanjou carisma ao se arriscar com cantorias e danças de artistas como Alçeu Valença e Raça Negra, por exemplo. A identificação da comandante foi tanta que rapidamente ela caiu nas graças dos torcedores.

+ Seleções principal e Sub-20 femininas disputam jogos-treino

“Ao meu ver, isso começou e tem a ver com demonstrar respeito pela cultura que estou conhecendo. Se você consegue criar uma atmosfera, uma parecida com um ‘lar’, você vai acabar jogando um futebol melhor, consequentemente. É sobre criar essa atmosfera boa para obter performances muito boas. Estou tentando, observo ao redor, tento aprender e absorver essa nova cultura”, concluiu.

seleção feminina de futebol treinos portugal
(Laura Zago/CBF)

Apito final

A seleção feminina de futebol encerrou na terça-feira (27) o período de preparação em Portugal, na chamada Missão Europa. Os treinamentos visaram os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. As 21 atletas convocadas por Pia Sundhage se apresentaram em Portimão no dia 19 de outubro e realizaram atividades durante a Data Fifa.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Para retomar a preparação para a Olimpíada, a comissão técnica elaborou uma programação de treinos e reuniões para otimizar a convocação. O planejamento foi igual ao período na Granja Comary, em Teresópolis, no mês de setembro, que contou apenas com atletas que atuavam no Brasil. O objetivo era a avaliação das convocadas em trabalhos similares.

Mais em Futebol