Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Anthares fica com o título geral do Aberto do Nordeste paralímpico

Equipe de Maceió ocupou seis dos doze lugares nos pódios das três categorias, sendo o mais alto em duas delas. Pernambucanos ficaram em segundo e sergipanos, em terceiro

Associação Atlética Anthares Aberto do Nordeste esgrima paralímpica
Alguns dos medalhistas do Aberto do Nordeste (CBE)

A Associação Atlética Anthares, de Maceió, foi a grande campeã geral do Torneio Aberto do Nordeste de esgrima paralímpica, na espada. A agremiação subiu seis vezes ao pódio, de doze possíveis, e somou 42 pontos ao final da competição disputada no Parque Shopping, em Maceió, capital de Alagoas. A pernambucana Santa Cruz ficou em segundo com 35 pontos e o Centro Integrado de Esporte Paratleta (Ciep), do Sergipe, foi o terceiro com 14.

A Anthares venceu a espada masculina A, com Maxwell Santos, e a feminina B, com Taise Silva. Ainda na feminina B, ficou com a prata, conquistada por Ana Clara Wanderley, e com um dos bronzes, de Maria José dois Santos. Na feminina A foram dois bronzes, com Maria Victoria Barbosa e Terezinha Conceição. O pódio da espada masculina A foi completado pelo medalha de prata José Wilton Santos, da Ciep, e por Gilson dos Santos e Matheus Souza, ambos bonze pelo Santa Cruz. No feminino A, Milane Gomes, do Santa Cruz, foi ouro e Rafaella Corrêa, do Ciep, foi prata. Na feminino B, Eliane Raimundo ficou com o outro bronze, defendendo a Santa Cruz (confira abaixo os medalhistas).

Marcelo Gualberto, que comanda a esgrima paralímpica no Anthares, ressalta que os seus atletas são muito jovens e que há possibilidade de um crescimento ainda maior. “Para um curto espaço de tempo, já conseguimos fazer o que muitos outros estados ainda não conseguiram em muitos anos. Com apenas dez meses de treinamento, já conseguimos fazer um Torneio Aberto. Esse título veio coroar o trabalho que estamos desenvolvendo de maneira séria e compromissada com a modalidade. Tenho certeza que, em um futuro bem próximo, teremos representação no alto rendimento, chegando a uma seleção brasileira.”

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Boas perspectivas

Para a Confederação Brasileira de Esgrima (CBE), o sucesso do Aberto do Nordeste de esgrima paralímpica, que teve palestra de abertura ministrada pelo medalhista paralímpico Jovane Guissone, abre boas perspectivas para a região. O início das ações por lá ocorreu em dezembro, quando foi realizado o curso de formação de treinadores. “Percebemos que o pessoal está animado. Quatro equipes participaram, uma delas com nove atletas. A gente percebe que o curso deu resultado. O pessoal está treinando e a gente já detectou atletas com potencial. Os finalistas foram muito bem, são atletas muito jovens. O resultado foi muito positivo”, disse Ivan Scvhwantes, coordenador de esgrima paralímpica da CBE.

Medalhistas do Aberto do Nordeste

Espada masculino A
Ouro – Maxwell Santos (A.A.Anthares-AL)
Prata – José Wilton Santos (CIEP)
Bronzes – Gilson dos Santos (Santa Cruz-PE) e Matheus Souza (Santa Cruz-PE)

Espada Feminino A
Ouro – Milane Gomes (Santa Cruz-PE)
Prata – Rafaella Corrêa (CIEP)
Bronzes – Maria Victoria Barbosa (A.A.Anthares-AL) e Terezinha Conceição (A.A.Anthares-AL)

Espada Feminino B
Ouro – Taise Silva (A.A.Anthares-AL)
Prata – Ana Clara Wanderley (A.A.Anthares-AL)
Bronzes – Maria José dois Santos (A.A.Anthares-AL), Eliane Raimundo (Santa Cruz-PE)

Mais em Paralimpíada Todo Dia

viagra