Siga o OTD

Curiosidades olímpicas

Recorde olímpico mais antigo é imbatível desde 1968

Com a marca de 8,90 m no salto em distância, Bob Beamon é o recordista olímpico mais antigo da história

O americano Bob Beamon é o dono do recorde olímpico mais antigo da história. Ao vencer a o salto em distância dos Jogos da Cidade do México-1968 com 8,90 m, mais de um metro a frente do segundo colocado. De lá para cá, 52 anos se passaram e o feito do atleta jamais foi superado.

Apesar do salto inesquecível feito na Cidade do México quando tinha 22 anos, Bob Beamon não conseguiu repetir o desempenho. Nos anos seguintes, ele sofreu com lesões e parou de competir em 1973.

A competição em 1968 contava com atletas de altíssimo nível na Cidade do México. Os dois últimos campeões olímpicos do salto em distância estavam presentes, Ralph Boston, dos Estados Unidos, ouro em Roma-1960, e o britânico Lynn Davies, vencedor em Tóquio-1964, além de Igor Ter-Ovanesyan, da União Soviética, medalhista de bronze nas duas edições anteriores.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

A expectativa era por bons saltos por causa da altitude da Cidade do México. Nas eliminatórias, Ralph Boston bateu o recorde olímpico ao marcar 8,27 m. Bob Beamon ficou em segundo lugar com 8,19 m

Na final, Bob Beamon foi o quarto a saltar depois dos três primeiros atletas terem queimado suas tentativas. E logo em seu primeiro salto, o então garoto de 22 anos alcançou os incríveis 8,90 m, 55 cm a mais do que o recorde mundial que pertencia a Boston e Ter-Ovanesyan.

bob beamon
Com a marca de 8,90 m no salto em distância, Bob Beamon é recordista olímpico mais antigo (Reprodução)

Foi a maior melhora de um recorde mundial de todos os tempos. A marca foi tão espetacular que um livro foi escrito sobre esse momento único do esporte, chamado The Perfect Jump (O Salto Perfeito), escrito por Dick Schapp em colaboração com Beamon.

+ CONHEÇA O BLOG CURIOSIDADES OLÍMPICAS

A medalha de prata foi conquistada por Klaus Beer, da Alemanha Oriental, que saltou 8,19 m, 71 cm atrás de Bob Beamon. Ralph Boston ficou com o bronze com 8,16 m, enquanto Igor Ter-Ovanesyan terminou na quarta colocação com 8,12 m. Lynn Davies terminou em nono lugar com 7,94 m.

A marca de Bob Beamon foi recorde mundial por 23 anos e só foi batida em 1991 por Mike Powel, mas continua até hoje como recorde olímpico e o segundo melhor salto em distância de todos os tempos.

Mais em Curiosidades olímpicas