Siga o OTD

Curiosidades olímpicas

Jogos não tinham mulheres e homens competiam nus

Apesar de ser um momento de trégua entre cidades-estado, sempre em guerra, os Jogos da Grécia Antiga eram machistas e xenófobos

quem podia participar dos jogos olímpicos da antiguidade?

Diferente do caráter mundial da Olimpíada moderna, os Jogos Olímpicos da Grécia Antiga podem ser considerados xenófobos e machistas. Só podiam participar das competições homens livres nascidos nas cidades-estado gregas, enquanto mulheres, escravos e estrangeiros, chamados de “bárbaros” na mitologia gregra eram proibidos de competir.

Os atletas eram de uma forma geral oriundos das classes mais favorecidas e não vinham apenas da Grécia continental, mas de todos os pontos do mundo grego que na Antiguidade incluía as colônias espalhadas pelas costas do Mediterrâneo e do Mar Negro. Os vencedores eram alvo de homenagens da sua cidade: poderiam receber alimentação gratuita, terem estátuas erguidas em sua honra e serem cantados pelos poetas.

MULHERES DE FORA

A participação das mulheres não podia acontecer nem na plateia. Apenas uma foi flagrada acompanhando de perto os Jogos. Kallipatira entrou no estádio disfarçada de treinador, no ano de 404 a.C., na 94ª. Olimpíada, e não conteve a alegria de ver o filho, Psirodos, ser campeão no pugilato. Empolgada, ela invadiu a arena e deixou a roupa cair, revelando-se a todos os presentes. Apesar de ter quebrado a lei, Kallipatira foi poupada por ser mãe, irmã e esposa de vencedores olímpicos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Mas a partir do episódio, foi criada uma lei que obrigava os técnicos a também se apresentarem nus para as competições. Segundo alguns historiadores, os atletas já competiam peladões por exigência dos próprios organizadores dos Jogos Olímpicos da Grécia Antiga para evitar que mulheres participassem disfarçadas das competições.

quem podia participar dos jogos olímpicos da Grécia antiga
Pintura sobre a história de Kallipatira (Ministério da Cultura e Esportes da Grécia)

Mas não é a única versão apresentada pelos estudiosos para explicar o motivo pelo qual os atletas se enfrentavam sem roupa. Uma dessas versões dá conta que Orsippus, cidadão de Megara, deixou cair a túnica durante a corrida nos Jogos Olímpicos de 720 a.C. e foi acompanhado pelos outros competidores, que gostaram da ideia e resolveram imitá-lo. A outra diz que a exigência para que os esportistas ficassem nus durante as competições veio dos espartanos, a partir do século VII a.C., para que todos competissem em igualdade de condições.

+ CONHEÇA O BLOG “CURIOSIDADES OLÍMPICAS”

PARTICIPANTES FAMOSOS

Entre os participantes dos Jogos Olímpicos da Grécia Antiga, há relatos de gregos famosos que teriam assistido e até participado de competições como Hipócrates, considerado o pai da medicina, o historiador Heródoto, o rei da Macedônia, Alexandre I, além dos filósofos Aristóteles, Sócrates e Platão.

Platão, inclusive, teria sido bicampeão olímpico do pancrácio, uma mistura de luta e pugilato.

Mais em Curiosidades olímpicas