Siga o OTD

De olho em Tóquio, Avancini projeta ano “agitado e ocupado”

Tóquio 2020

De olho em Tóquio, Avancini projeta ano “agitado e ocupado”

Henrique Avancini acredita que as quatro etapas de Copa do Mundo, que vão acontecer antes da Olimpíada, serão fundamentais na preparação

Henrique Avancini, que faz parte do Time Ajinomoto, esteve esta semana no Núcleo de Alto Rendimento de São Paulo (NAR-SP) para fazer testes físicos de olho em sua preparação para os Jogos Olímpicos. Número 1 do ranking mundial do cliclismo mountain bike, o atleta revelou seus planos de treinamento para Tóquio, disse que espera começar a competir em fevereiro e que acredita em um ano “ocupado e agitado” em 2021.

“Todo o planejamento esportivo foi feito pensando em Tóquio como principal objetivo. Para mim, tem um caminho até lá. Tem algumas grandes competições antes, que são muito importantes no processo de construção”, explicou o ciclista, que acredita que as competições antes da Olimpíada serão fundamentais para que ele possa chegar em Tóquio na ponta dos cascos para brigar por uma medalha inédita.

+ TODAS AS NOTÍCIAS SOBRE MOUNTAIN BIKE

“A gente tem quatro eventos no total de Copas do Mundo antes dos Jogos Olímpicos. Essas quatro provas englobam oito corridas, quatro short tracks e quatro cross countries olímpicos, que são talvez as peças mais importantes nesse processo de preparação para Tóquio e depois de Tóquio a gente ainda tem o Campeonato Mundial e mais duas etapas da Copa do Mundo para compor todo o ano da temporada de Mountain Bike. Então, é um ano que, correndo tudo bem, volta a ser agitado e ocupado”, torce o atleta.

Henrique Avancini no NAR
Henrique Avancini fez testes físicos essa semana no NAR, em São Paulo (Caio Poltronieri)

Estreia na Espanha

O plano de Henrique Avancini é fazer sua primeira competição de 2021 na Copa Catalana, marcada para acontecer entre 22 e 23 de fevereiro.

+ CONHEÇA MAIS SOBRE O ATLETA

“É uma das provas mais tradicionais e que eu venci ano passado. Então, gostaria de abrir minha temporada competindo na Espanha, embora a gente mantenha ainda um pouco a flexibilidade devido às circunstâncias. Alguns eventos de fevereiro e março foram cancelados ou postergados. Então, a gente está se mantendo aberto às novidades que possam vir”, adverte.

Otimismo

Apesar da segunda onda do coronavírus assolando a Europa, Henrique Avancini está otimista a respeito da temporada. Ele acredita, no entanto, que as competições devam continuar sendo disputadas com adaptações.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

“Acho que a temporada começa num cenário ainda desafiador, mas muito mais previsível. No final do ano passado, tivemos as grandes competições na Europa com protocolos diferentes, mas a gente já viu que é factível ter grandes eventos esportivos com as devidas adaptações. Terminei o ano muito bem, numa forma boa, fiz uma boa transição de temporadas. Diria que meu primeiro mês de retorno não foi tão bom, talvez pelos impactos das mudanças de 2020. Mas agora, nesta fase de janeiro, tem sido muito positivo”, encerrou.

Mais em Tóquio 2020