Siga o OTD

Boxe

Grazieli de Jesus vence a primeira no Mundial de Boxe

Inspirada pelo irmão, atleta brasileira bateu forte na suíça Eliana Pileggi em sua primeira luta na Rússia; Jucielen Romeu foi eliminada em luta parelha

Grazieli de Jesus no Mundial de Boxe
reprodução/YouTube

A brasileira Grazieli de Jesus venceu a primeira no Mundial de Boxe da Rússia. Inspirada pelo irmão, ela bateu forte na suíça Eliana Pileggi nesta quinta-feira (3) e está classificada para as oitavas de final da competição. Jucielen Romeu também lutou e caiu em uma luta muito equilibrada.

Grazieli de Jesus (51kg) dominou todo o combate contra a suíça e chegou a fazer a arbitragem abrir contagem contra Eliana Pileggi. No final, vitória incontestável por unanimidade, com 30/25, 30/26, 30/27, 30/26 e 30/26.

A brasileira tem 28 anos de idade e disputa na Rússia seu quinto Mundial de Boxe. No ano passado bateu na trave, ficou a uma vitória da medalha, e agora chega confiante. “Sinto convicta de que posso lutar de igual pra igual com qualquer atleta do mundo. Não é somente subir no ringue. Tudo tem uma preparação física e mental, que eu consegui aprimorar para esse Mundial. Tenho uma expectativa muito grande de poder trazer uma medalha no peito”, disse a atleta dias antes de competir, em entrevista para o OTD.

Na próxima luta, Grazieli de Jesus vai enfrentar a russa Liliya Aetbaeva, que venceu Boualam Roumaysa, argelina quinta cabeça de chave, na primeira rodada. O duelo vale vaga nas quartas de final do Mundial de Boxe e está marcado para terça-feira (8).

+ Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Jucielen Romeu

Jucielen Romeu (57kg) também competiu nesta quinta-feira, primeiro dia do Mundial de Boxe feminino. Ela fechou a programação do ringue A e enfrentou a filipina Nesthy Petecio. Acabou perdendo em decisão dividida, por 3 a 2, com resultado bem parelho. Os juízes deram 30 a 27, 30 a 27 e 29/28 para Nesthy Petecio, e dois 28 a 29 para Jucielen Romeu.

A brasileira chegou à Rússia em um momento diferente. Depois da conquista da medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima, mudou de categoria e passou a lutar na 57kg.

Além das duas, Bia Ferreira compete nos 60kg e estreia domingo (6) A primeira mulher do boxe brasileiro a conquistar a medalha de ouro em Jogos Pan-Americanos, é a maior esperança de pódio. Além do primeiro lugar em Lima, está se mantendo entre os maiores nomes de sua categoria durante todo o ciclo olímpico.

Mais em Boxe