Siga o OTD

Basquete

Minas vira de novo no último período e segue na ponta do NBB

Equipe mineira faz 28 a 8 no último quarto e vence de virada, assim como já havia feito no final de semana contra o São Paulo

Minas vira no 4º período novamente e segue na ponta do NBB (João Pires/LNB)

Minas vira de novo no último período e segue na ponta do NBB

O Minas Tênis Clube vem se especializando cada vez mais em viradas incríveis no último quarto no NBB. Assim como fez diante do São Paulo no último sábado (19), a equipe tirou uma diferença que chegou a ser de 15 pontos e venceu o Sesi Franca por 89 a 82, em partida válida pela 7ª rodada do torneio.

Dois jogadores foram os principais responsáveis pela virada: o pivô JP Batista e o americano Shaq Johnson Jr. Os dois anotaram 26 pontos cada e foram responsáveis por quase 60% da pontuação total do Minas na partida.

12 dos 26 pontos de Johnson Jr vieram no quarto período. Foi através das mãos do americano que o Minas conseguiu passar a frente no placar, a menos de três minutos para o fim. O último período terminou com a equipe de Belo Horizonte vencendo por 28 a 8.

“Nós jogamos os 40 minutos. Sabíamos que seria um jogo difícil. No começo, eles fizeram um grande trabalho ofensivo. Fizemos alguns ajustes no intervalo. JP, David Jackson e Davi chamaram atenção, me deixando livre para arremessar.”, comentou o americano.

“Não tem explicação. Muito orgulho. A gente vem trabalhando desde o início da temporada. Igual ao jogo contra o São Paulo, a gente se encontrou em uma posição desfavorável e não desistiu.O jogo só acaba após os 40 minutos.”, avaliou JP Batista.

Pela 7ª rodada do NBB 2020/21, o Minas Tênis Clube conseguiu outra grande virada, dessa vez sobre o Sesi Franca e segue na frente junto com o Flamengo
Minas vence o Sesi Franca de virada pela 7ª rodada do NBB (João Pires/LNB)

Liderança dividida

Com 12 vitórias em 13 jogos no NBB, exatamente o Minas possui a mesma campanha do Flamengo, que ontem sofreu para vencer o Caxias. A equipe de Belo Horizonte fica em segundo lugar apenas pelo saldo de cestas.

Já o Sesi Franca desperdiça a chance de subir na tabela. A equipe do interior de São Paulo se manteve na 6ª colocação, agora com oito vitórias e cinco derrotas. Caso tivesse vencido, poderia ter chegado ao quarto lugar.

+ Confira a tabela da competição

A vitória de virada também coloca fim a uma grande freguesia, uma vez que o Minas não vencia o Franca pelo NBB desde 2015.

O Sesi Franca tentará se recuperar na próxima segunda-feira (28), diante do Paulistano. Dois dias depois, a equipe paulista encerra as atividades em 2020 diante do Bauru, no clássico do interior de São Paulo. Já o Minas só voltará a atuar em 2021, no dia 5 de janeiro, contra o Bauru.

O campeonato

Por conta do coronavírus, o NBB está sendo disputado em sete sedes, para diminuir assim a quantidade de viagens das equipes pelo país. São elas: Ginásio Maracanãzinho (Rio de Janeiro), Ginásio Antonio Prado Jr. (CA Paulistano), Ginásio do Morumbi (São Paulo FC), Ginásio Prof. Hugo Ramos (Mogi das Cruzes), Ginásio Wlamir Marques (Corinthians), Ginásio Henrique Villaboim (EC Pinheiros) Ginásio da ASCEB (Brasília-DF).

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Na última semana, foi decidido que o sistema de sedes será mantido no segundo turno. Este começará então após a realização da Copa Super 8, que acontecerá entre os dias 16 e 23 de janeiro de 2021. O torneio reunirá os oito primeiros colocados do primeiro turno do NBB para uma disputa de mata-mata. O campeão terá então uma vaga garantida na Champions League de 2022.

Mais em Basquete