Siga o OTD

Basquete

Na raça, Timão bate Pinheiros e sobrevive no Paulista

Com 38 pontos de Lucas Siewert, Corinthians derrota Pinheiros e segue com chances no Paulista de basquete

Bruno Ulivieri/Basket Osasco

Na raça, Timão bate Pinheiros e sobrevive no Paulista

Fortes emoções na partida entre Corinthians e Pinheiros pela pela segunda rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista de Basquete masculino. Pressionado, o Timão precisava ganhar para seguir com chances de classificação, contou com 38 pontos de Lucas Siewert, o ‘Pipoca’, e venceu por 86 a 78.

A equipe do Timão entrou em quadra com jogadores do elenco Sub-19 e levou a melhor, principalmente no último quarto.

Além dos 38 pontos, Lucas Siewert pegou 10 rebotes, acertou seis de nove arremessos de três pontos e não errou nenhum dos 10 lances livres que cobrou. Para se ter ideia, ele fez 44% de pontos da equipe.

“A gente trabalhou muito forte nesta semana porque era vida ou morte este jogo. O Galvani (técnico corintiano) me dá muita confiança no meu arremesso. Vim para o Corinthians com muita confiança. Vim aqui para mostrar meu nome no Brasil também”, disse Lucas.

Com uma derrota e uma vitória, o Corinthians tem totais chances de classificação e se prepara para encarar o São Paulo e o Paulistano.

Em sua estreia na competição estadual contra o Basket Osasco, fora de casa, o Timãozinho jogou muito e levou a partida para a prorrogação, mas foi derrotado pelo placar 89 a 87 pela equipe mandante. Foi a estreia de muitos atletas da equipe corintiana em uma competição profissional.

+ Confira a tabela da competição

Os visitantes

Para o Pinheiros, o jogo contra o Corinthians também era decisivo no Campeonato Paulista Masculino de Basquete. Uma vitória sobre o adversário praticamente garantiria a classificação aos playoffs.

O time azul e preto vinha embalado pela vitória épica contra Osasco na casa do adversário por 81 a 79, com uma cesta de três pontos de Teichmann com o cronômetro zerado.

pinheiros corinthians paulista basquete
Foto: Ricardo Bufolin / ECP

Porém, com a derrota, o Paulistano se vê na obrigação de vencer o Paulistano no Henrique Villaboim na última rodada da primeira fase no dia. Até aqui, são duas derrotas e um vitória. Caso volte a perder, o Pinheiros ficará ameaçado.

O jogo

O primeiro quarto foi equilibrado, com as duas equipes alternando seus melhores momentos, ou seja, o Corinthians Paulista iniciou na frente e chegou a abrir vantagem, mas o EC Pinheiros se recuperou e igualou as ações (20 a 20). No segundo período, o duelo seguiu extremamente acirrado até os minutos finais, quando time da Zona Sul conseguiu ligeira vantagem e fechou o primeiro tempo na frente, com destaques para Lucas Siewert, pelo time da casa, e Guilherme Teichmann, em favor do visitante (20 a 21).

O terceiro período teve um desenrolar bem parecido com o primeiro, só que desta vez foi o EC Pinheiros que iniciou melhor e chegou a desgarrar, mas a agremiação da Zona Leste se recuperou e ficou ligeiramente na frente, deixando o duelo ainda mais equilibrado e emocionante (20 a 19).

No quarto final, o equilíbrio seguiu até a metade, quando o Corinthians Paulista conseguiu desgarrar e não permitiu a reação do rival, que tentou várias vezes uma nova aproximação no placar, para vencer a primeira no estadual (26 a 18).

O campeonato

O Campeonato Paulista 2020 da Divisão Especial Masculina Série A1 teve início em 1º de outubro e conta com a participação de 10 equipes. A final deverá acontecer em novembro, entre os dias 7 e 10.

São elas: Sesi Franca Basquete (atual campeão), Mogi Basquete, Zopone Bauru Basket, Liga Sorocabana de Basquete (LSB), Unifae São João da Boa Vista, Corinthians, São Paulo, Club Athletico Paulistano, Esporte Clube Pinheiros, São José Basketball e Basquete Osasco.

Segundo a tabela do Campeonato Paulista de basquete masculino, as equipes estão divididas em Chave A e Chave B e jogarão em turno único na fase classificatória.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Quatro equipes de cada grupo se classificam para compor as Chaves C e D, que serão disputadas em quadrangular sediado de turno único e completo. Classificarão as duas primeiras de cada chave, que jogarão a Final, em sistema de cruzamento olímpico.

Formam a Chave A: Sesi Franca Basquete, Mogi Basquete, Zopone Bauru Basket, Liga Sorocabana de Basquete (LSB) e Unifae São João da Boa Vista. A Chave B é composta por Corinthians, São Paulo, Club Athletico Paulistano, Esporte Clube Pinheiros e Basquete Osasco.

Mais em Basquete