Siga o OTD

Basquete

Pinheiros bate Osasco com ‘buzzer beater’ do meio da rua

Em um grande jogo decidido com uma bola arremessada quase do meio da quadra por Guilherme Teichmann no estouro do cronômetro, Pinheiros vence a primeira no Paulista de basquete

Guilherme Teichmann acerta bola mágica no final e dá vitória ao Pinheiros no Paulista de basquete (Instagram/ecpinheiros)

Pinheiros bate Osasco com ‘buzzer beater’ do meio da rua

A noite dessa quinta-feira (8) teve um grande jogo de basquete válido pela 2ª rodada do Campeonato Paulista masculino. O Basket Osasco recebeu o Pinheiros e só não venceu a segunda no torneio porque o jogador Guilherme Teichmann fez um arremesso de três pontos quase do meio da quadra no estouro do cronômetro que sacramentou a vitória da equipe da capital paulista por 78 a 77.

O arremesso de Guilherme Teichmann deu ao Pinheiros sua primeira vitória na competição. Na estreia do Paulista, a jovem equipe havia sido superado pelo São Paulo, nos minutos finais por 78 a 68 após jogo equilibrado.

+ Tabela do Campeonato Paulista de basquete masculino 2020

“Não sei nem há quanto tempo eu não chutava uma bola de três. Tento muito, muito pouco. Mas acontece, é do jogo. Tem que chutar para saber se vai cair ou não,” disse Guilherme Teichmann após a vitória.

Dura derrota

O Osasco, que vinha embalado após vencer o Corinthians na prorrogação por 89 a 87 no último sábado (3), liderou praticamente o jogo todo, mas acabou falhando nos minutos finais e perimitu a virada. Mesmo assim, a equipe lutou até o fim e chegou a ter a vantagem de 76 a 75 faltando menos de dois segundos.

“Foi um jogo emocionante. A gente sabia da dificuldade de enfrentar o Pinheiros. Mas agora é cabeça no lugar, não tem muito o que fazer. É difícil engolir a derrota, mas a gente tem que saber que agora já foi, levantar a cabeça pra enfrentar o Paulistano de igual para igual na casa deles,” apontou o jogador Robinho.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Guilherme Teichmann, do Pinheiros, acertou um arremesso de três pontos quase do meio da quadra para derrotar o Basket Osasco no Campeonato Paulista
Robinho em ação no Campeonato Paulista (divulgação/Basket Osasco)

O jogo

O Pinheiros demorou a entrar no jogo. Perdido ofensivamente e defensivamente, deu bastante espaço ao Basket Osasco, que aproveitou e logo abriu vantagem. Nos minutos finais do primeiro período, no entanto, o Pinheiros melhorou e reduziu a diferença que chegou a ser superior a 10 pontos para apenas seis (20 a 16).

No segundo quarto, o jogo ganhou em qualidade. Com ambas as equipes errando menos e com melhor aproveitamento, logo veio a igualdade no placar já na metade do período. Osasco foi aos vestiários vencendo por apenas um ponto.

Mesmo errando mais, o Osasco conseguiu abrir vantagem após o final do terceiro quarto, muito em função da rápida transição imposta da defesa para o ataque. A equipe da Grande São Paulo saiu de quadra com a vitória parcial por 57 a 52.

O Pinheiros igualou o placar e passou a frente no último período, graças as bolas de três. Vindo do banco, Gabriel foi um dos principais responsáveis para que o clube da capital paulista virasse o jogo pouco antes dos cinco minutos finais.

No fim, o Pinheiros chegou a abrir, graças a muitas faltas bobas cometidas por Osasco. Sem desistir, o time da cidade da Grande São Paulo teve oportunidades após lances livres desperdiçados e virou o jogo com 2 segundos restantes. Na sequência, Guilherme Teichmann decidiu o jogo de maneira espetacular.

Mais em Basquete