Siga o OTD

Rosângela Santos atletismo

Atletismo

Rosangela Santos iguala melhor tempo da vida e é prata nos 60 m na França

Rosangela Santos iguala a melhor marca da carreira e conquista a prata em meeting na França. Foi o segundo pódio em três provas disputadas em 2021

Rosangela Santos iguala melhor tempo da vida e é prata nos 60 m na França

Rosangela Santos foi o grande nome do Brasil no Meeting de Lievin, na França. A atleta do Time Ajinomoto, igualou a melhor marca da carreira com 7s17, que é o recorde sul-americano, e conquistou a medalha de prata nos 60 m rasos. Além dela, outros três brasileiros participaram do torneio. Alexsandro de Melo ficou em quarto lugar no salto em distância, Thiago Braz foi o quinto no salto com vara e Gabriel Constantino ficou em décimo nos 60 m com barreiras.

Foi a segunda medalha conquistada por Rosangela Santos em três provas disputadas em 2021. A velocista venceu os 60 m rasos do meeting de Moudeville, também na França, há dez dias, com a marca de 7s23.

Nesta terça-feira, Rosangela Santos ficou em segundo lugar de sua bateria nas eliminatórias com o tempo de 7s24, apenas 0s03 atrás da suíça Ajla del Ponte. O resultado a classificou para a final dos 60 m rasos na terceira colocação. O melhor tempo foi da americana Javianne Oliver, que cravou 7s15.

Na final, Rosangela Santos confirmou a boa fase em que vive ao cravar 7s17 e igualar o melhor tempo de sua carreira na prova. A vencedora dos 60 m rasos foi Javianne Oliver, que fez 7s10. Em terceiro lugar ficou Dezerea Bryant com 7s71, enquanto Ajla del Ponte foi a quarta colocada com 7s23.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

No salto em distância, Alexsandro de Melo, o Bolt brasileiro, fez sua estreia na temporada em Lievin. O atleta ficou longe de sua melhor marca na carreira, que é 8m08, e conseguiu saltar apenas 7,46 m. O resultado o deixou longe dos três primeiros colocados, mas lhe garantiu o quarto lugar.

O vencedor foi o cubano Juan Miguel Etchevarria com 8,25 m, seguido pelo grego Miltiádis Tentóglou, que fez 8,21 m. Thobias Montler, da Suécia, ficou com a medalha de bronze com 8,08 m.

Quem também estreou na temporada foi o campeão olímpico do salto com vara Thiago Braz. O brasileiro, no entanto, não teve um bom desempenho e só conseguiu passar de 5,60 m, errando as três tentativas que fez em 5,74 m.

A vitória foi conquistada pelo favoritíssimo Armand Duplantis, da Suécia, que marcou 5,86 m. Chris Nielsen, dos Estados Unidos, ficou com a prata com a mesma marca do vencedor e o francês Renaud Lavillenie foi bronze com 5,80 m.

Medalha de bronze no Meeting de Metz no último sábado com 7s71, Gabriel Costantino fez seu melhor tempo na temporada ao cravar 7s70, mas não conseguiu passar das eliminatórias. O brasileiro ficou em quinto lugar em sua bateria e terminou na décima colocação geral.

Mais em Atletismo