Siga o OTD

#5fatos que você não sabia sobre Susana Schnarndorf

Natação

#5fatos que você não sabia sobre Susana Schnarndorf

No quadro do OTD, conheça 5 curiosidades sobre o atleta Susana Schnarndorf, da natação paralímpica. Assista!

O Olimpíada Todo Dia semanalmente as quartas, às 19h, traz um vídeo com #5fatos que você não sabia sobre algum atleta. Para o episódio desta quarta-feira, Susana Schnarndorf, da natação paralímpica, apresenta cinco curiosidades sobre sua vida. Assista ao vídeo!

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

MAIS VÍDEOS NO CANAL DO OTD:

Susana Schnarndorf garante vaga para o Mundial dos 150m medley – SM4

“Vovó” Susana Schnarndorf promete dar trabalho para a meninada no Parapan

#INSPIRAÇÃO: Os fãs! – Susana Schnarndorf: “inspiração é o que me faz levantar todos os dias”

Susana Schnarndorf lamenta união das classes na natação do Parapan: “tomada de tempo de luxo”

A HISTÓRIA DE SUSANA SCHNARNDORF, DA NATAÇÃO PARALÍMPICA:

Susana Schnarndorf foi pentacampeã brasileira de triatlo entre 1993 e 1997, disputou os Jogos Pan-Americanos de 1995 em Mar Del Plata e completou 13 Ironmans. Mas uma doença mudou a vida da gaúcha.

+ SÉRIE “INSPIRAÇÃO” COM SUSANA

Em 2005, a atleta foi diagnosticada com MAS, múltipla atrofia dos sistemas. A doença vai, com o passar dos anos, diminuindo a capacidade dos conjuntos musculares e de órgãos como o coração e o pulmão, impossibilitando que seguisse com a carreira de triatleta.

Após um período parada, Susana decidiu seguir para a natação paralímpica, conseguindo fazer parte da Seleção Brasileira em 2010. Na nova modalidade, ela se adaptou facilmente e foi campeã brasileira e recordista nos 50m livre, 100m livre, 400m livre, 100m nado peito e 200m medley entre 2010 e 2012.

+ SÉRIE ESPÍRITO ESPORTIVO

Na Paralímpiada de Londres em 2012, Susana conseguiu o quarto lugar nos 100m peito na classe SB7 e o quinto no 200m medley SM7. Os melhores resultados aconteceram em 2013: ela foi campeã mundial nos 100m peito na categoria SB6, além de receber o prêmio de melhor atleta feminina no Prêmio Paralímpico daquele ano.

Nos Jogos do Rio de Janeiro em 2016, Susana mudou de categoria, e conseguiu sua primeira medalha paralímpica, a prata no 4x50m misto – 20 pontos, ao lado de Daniel Dias, Clodoaldo Silva e Joana Silva.

Mais em Natação