Siga o OTD

Jogos Sul-Americanos

Herik Machado fica longe do pódio após 3ª volta ruim

No terceiro dia do golfe em Cochabamba, Herik Machado despenca na classificação; parceria com Laura Grinberg também vai mal nas duplas mistas

O penúltimo dia de golfe foi bem ruim para os brasileiros. Ao longo de sexta-feira (1), Herik Machado e Lauren Grinberg tiveram uma jornada ruim, tanto no individual, como nas duplas mistas. O brasileiro se distanciou das primeiras colocações e precisará de uma quarta volta fantástica para brigar pelo pódio.

+ CONFIRA O QUADRO DE MEDALHAS

Herik Machado tinha terminado a segunda volta em quinto lugar e com +5. Mas a terceira volta foi difícil e o golfista somou seis tacadas acima do par, totalizando +11 na somatória das voltas. Para se ter uma ideia, o líder é o venezuelano Jorge Antonio Garcia Catanese, que tem -5, exatamente 16 tacadas de vantagem para o brasileiro.

Três golfistas estão empatados na segunda colocação com +1: Jose Luis Montaño Sanchez, da Bolívia, Carlos Franco, do Paraguai, e Santiago Gomez Hoyos, da Colômbia. Ou seja, Herik precisará tirar 10 tacadas de desvantagem na última volta para figurar entre os primeiros.

+ ASSISTA AO VIVO OS JOGOS SUL-AMERICANOS

Já no feminino, Lauren Grinberg segue bem longe das primeiras colocadas. A brasileira entrou para a terceira volta com +20 e não melhorou. Hoje Lauren fez +16 e agora soma +36 tacadas acima do par. A liderança é da colombiana Paola Moreno Perez, que tem está zerada, com exatamente 216 tacadas, que é o par do campo.

+ CONFIRA A AGENDA DO BRASIL

Com tantos erros no individual, Lauren e Herik poderiam se recuperar nas duplas mistas. Mas não foi o caso. Em parceria, os brasileiros também jogaram mal e somaram +22 tacadas acima do par e ocupam apenas a 11ª colocação entre 14 duplas.

Mais em Jogos Sul-Americanos