Siga o OTD

Ginástica Artística

FIG encerra sem vencedores a etapa de Baku da Copa do Mundo

Decisão é ruim para os planos olímpicos da brasileira Rebeca Andrade, mas não a tira da briga por uma vaga em Tóquio

Rebeca-Andrade copa do mundo ginástica baku barras assiméticas
Rebeca ainda tem chance de conseguir vaga em Tóquio (divulgação/CBG)

A Federação Internacional de Ginástica (FIG) decidiu encerrar a etapa de Baku da Copa do Mundo ginástica artística deste ano, que foi interrompida no meio, antes das finais, por conta do coronavírus. A decisão atrapalha a brasileira Rebeca Andrade na corrida por uma vaga em Tóquio 2020.

Com o encerramento se vencedores da etapa de Baku da Copa do Mundo de ginástica artística, os pontos a serem somados no ranking devem ser os das provas qualificatórias. Rebeca Andrade precisava de uma medalha de ouro na trave nesta etapa para seguir com chances de classificação para Tóquio por meio do ranking.

Nas eliminatórias, a brasileira ficou 0,050 atrás da japonesa Urara Ashikawa, que acabou ficando com a vaga olímpica. Rebeca Andrade ainda pode conseguir se classificar por meio do Campeonato Pan-Americano, que também deverá ser remarcado por conta do coronavírus.

Idade mínima

Além de decidir pelo encerramento da etapa de Baku da Copa do Mundo de ginástica artística, a FIG anunciou, na quinta (9), que os atletas que já se garantiram na classificação olímpica manterão as vagas. Para quem ainda não conseguiu, a federação decidiu acatar a decisão do Comitê Olimpíco Internacional (COI) de estender o período de qualificação até 29 de junho de 2021.

Sendo asssim, foi alterada a idade mínima para os atletas competirem, incluindo ginastas que só chegariam à idade adulta no ano que vem.

Na ginástica feminina, a permissão para participar de competições adultas é de 16 de anos; na ginástica masculina é de 18 anos. Com a nova decisão, homens nascidos em 2003 e mulheres nascidas em 2005 poderão participar da Olimpíada de Tóquio.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Mundiais mantidos em 2021

Outro destaque das decisões da FIG é a manutenção do Campeonato Mundial de 2021 de Ginástica Artística em Copenhague, na Dinamarca, planejado para acontecer de 18 a 24 de outubro, apenas dois meses após a nova data dos Jogos Olimpícos de Tóquio.

O Mundial de Ginástica de Trampolim, planejado para 11 a 14 de novembro do ano que vem, também não deve mudar de data. Além disso, o processo de candidatura para sediar o Campeonato Mundial de Ginástica Rítmica de 2021 também continua.

Os executivos da FIG garantiram ainda que realizarão em 2021 os eventos suspensos pelo coronavírus. A crise da saúde levou ao adiamento dos mundiais de Ginástica Acrobática de 2020, em Genebra, na Suíça, de Ginástica Aeróbica em Baku, no Azerbaijão, e o primeiro Campeonato Mundial de Parkour, em Hiroshima, no Japão.

Mais em Ginástica Artística