Siga o OTD

bruno schmidt volta ao circuito mundial de vôlei de praia com vitória ao lado do parceiro evandro

Vôlei de Praia

Após superar a covid-19, Bruno Schmidt volta ao Circuito Mundial com vitória

Um mês e meio depois de ter alta do hospital em que ficou internado com covid, Bruno Schmidt voltou em grande estilo ao Circuito Mundial de vôlei de praia

Após superar a covid-19, Bruno Schmidt volta ao Circuito Mundial com vitória

O placar e o resultado eram de menos. Um mês depois de deixar o hospital em que ficou internado com covid-19, o campeão olímpico Bruno Schmidt voltou a disputar uma partida pelo Circuito Mundial de vôlei de praia. A presença dele nas areias de Cancún já era mais do que uma vitória, mas ele e Evandro, seu parceiro, fizeram mais. Para celebrar ainda mais o retorno, eles venceram os noruegueses Mol e Bernsten com parciais de 21/16 e 21/17.

“Feliz demais em poder voltar a competir em um torneio grande. Perdi duas etapas de brasileiro e uma de Mundial. Em momentos como esse, competir está ficando cada vez mais difícil, então temos que dar muito valor aos torneios que temos. Estou longe de qualquer expectativa, de criar projeções. Acho que meu principal objetivo é retomar, me ambientar novamente com esse universo competitivo. Joguei muito pouco, só uma etapa no início do ano em janeiro. Então eu estou atrás de todo mundo, mas ciente de que tenho a crescer, ciente desse processo”, afirmou Bruno Schmidt.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Com a vitória, ele e Evandro vão disputar neste domingo o primeiro lugar do Grupo F contra os americanos Crabb e Bourne. Se vencerem, avançam direto para as oitavas de final. Se perderem, disputam a repescagem. “Retomar em uma competição grande e em um lugar como esse, Cancún, é muito legal, muito motivante. É bacana estar participando dessa bolha. É uma situação histórica, nunca vivenciada no vôlei de praia”, destacou o campeão olímpico Bruno.

Além da volta de Bruno Schmidt ao Circuito Mundial de vôlei de praia, os destaques deste sábado foram Ágatha/Duda e Talita/Taiana. Com duas vitórias, elas terminaram suas chaves na primeira colocação e avançaram direto para as oitavas de final.

Ágatha e Duda, que fazem parte do Time Nissan, começaram o dia contra Tainá e Victória e derrotaram as compatriotas por 21/13 e 21/11. Depois, na decisão do primeiro lugar do Grupo C contra a tricampeã olímpica Walsh, de 42 anos, e sua parceria Sweat, elas venceram também com autoridade por 21/12 e 21/19.

Talita e Taiana também se impuseram no Grupo H e conseguiram duas boas vitórias contra as japonesas Ishii e Murakami por 21/9 e 21/10 e em cima das espanholas Soria e Carro por 21/11 e 21/16 para avançar direto para as oitavas de final.

Derrotadas na estreia do Grupo G pelas alemãs Behrens e Ittlinger com parciais de 21/15 e 23/21, Ana Patrícia e Rebecca decidiram o terceiro lugar da chave com as checas Kubickova e Kvapilova. O primeiro set foi muito disputado, mas as brasileiras levaram vantagem no final por 21/19. Na segunda parcial, no entanto, elas deitaram e rolaram, abriram vantagem e fecharam com tranquilidade em 21 a 11 para se garantir na repescagem.

Tainá e Victória também voltaram a jogar de noite por um lugar na repescagem contra as austríacas Schutzenhofer e Plesiutschnig, mas foram derrotadas num jogo duríssimo por duplo 23/21 e foram eliminadas da competição.

No masculino, além da vitória de Bruno Schmidt e Evandro, André e George estrearam com vitória em cima de Saxton e O’Gorman, do Canadá, por 21/14 e 21/18. Já Guto e Arthur Mariano tiveram mais dificuldade, mas também venceram os alemães Ehlers e Fluggen, de virada, com parciais de 14/21, 21/15 e 17/15. A única derrota entre os homens foi de Alison e Álvaro Filho, que venceram o primeiro set por 21/17, mas depois perderam para os americanos Schalk e Brunner nas duas parciais seguites por 21/18 e 15/13.

Mais em Vôlei de Praia