Siga o OTD

Das duplas olímpicas, Álvaro Filho e Alison tiveram o melhor desempenho, mas foram eliminados nas quartas de final (Ana Patrícia/Inovafoto/CBV)

Vôlei de Praia

Duplas olímpicas perdem cedo e ficam fora das semifinais em Saquarema

Bruno Schmidt e Evandro foram eliminados nas oitavas, enquanto Alison e Álvaro Filho pararam nas quartas

Das duplas olímpicos, Álvaro Filho e Alison tiveram o melhor desempenho, mas foram eliminados nas quartas de final (Ana Patrícia/Inovafoto/CBV)

Duplas olímpicas perdem cedo e ficam fora das semifinais em Saquarema

As duplas olímpicas do país tiveram um desempenho abaixo do esperado e ficaram de fora das semifinais da sexta etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia, em Saquarema. Evandro e Bruno Schmidt pararam nas oitavas de final, enquanto Alison e Álvaro Filho foram eliminados nas quartas. Neste domingo, quem vencer de Oscar/Thiago (RJ/SC) e Guto/Arthur Mariano (RJ/MS) enfrenta na decisão da medalha de ouro quem passar do confronto entre Renato/Adrielson (PB/PR) e André/George (ES/PB).

A sexta etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia acabou para Bruno Schimidt e Evandro logo no primeiro jogo do dia. Na abertura da arena, eles foram derrotados por Oscar e Thiago por 24 a 22 a 21 a 19. Alison e Álvaro Filho, por sua vez, sofreram para derrotar Pedro Solberg, de volta às competições, e Arthur Lanci por 21/18, 23/25 e 15/11.

+Ágatha reencontra algoz da Rio-2016 no Campeãs da Areia

Depois do sufoco nas oitavas, Alison e Álvaro Filho tiveram ainda mais problemas nas oitavas. Eles enfrentaram Renato e Adrielson e foram derrotados em sets diretos por 21/18 e 21/17, encerrando a participação das duplas olímpicas do Brasil na competição.

“É uma felicidade que não dá nem para explicar. A gente vinha de outras etapas que a gente jogou contra o Alison e o Álvaro, sempre vinha jogando mal, perdendo de muito. Dessa vez a gente conseguiu jogar muito bem, impor nosso jogo. Estou feliz demais e espero dar nosso melhor amanhã para fazer mais um pódio. A gente está buscando nossa primeira final, e pode ter certeza de que vamos dar nosso máximo, com o apoio de todas as pessoas que vêm acompanhando a gente, nossa família. Estamos muito fortes para tentar ir para a final amanhã”, comemorou Renato, de apenas 21 anos.

Algozes de Bruno Schmidt e Evandro, Oscar e Thiago tiveram uma vitória tranquila sobre Bernardo Lima e Rocha, adversários que haviam os derrotado na fase de grupos, por 21/18 e 21/13 para garantir a classificação para a semifinal.

“A gente vem trabalhando muito, então estamos muito satisfeitos. Estamos focados, corrigindo nossos defeitos nos treinos, tentando fazer diferente. Estamos em evolução, e por isso chegamos aqui com uma boa expectativa. Na fase de grupos, logo em nossa estreia nesta etapa, perdemos para o Bernardo e o Eduardo, e quase ficamos fora. Conseguimos dar a volta por cima, e reencontramos eles nestas quartas de final. Então tudo o que estamos fazendo valeu a pena. Estar de volta numa semifinal juntos é muito satisfatório”, disse Thiago.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Thiago e Oscar terão pela frente nas semifinais Guto e Arthur Mariano (RJ/MS), que chegam a esta fase pela quarta vez na temporada. Eles passaram por Bruno/Jô (AM/PB) por 2 sets a 0 (21/11 e 21/15), na abertura da rodada, e, mais tarde, derrotaram Fábio e Saymon (CE/MS) em sets diretos (21/18 e 21/18). A parceria foi formada pouco tempo antes do início do Circuito 20/21, e já conseguiu duas pratas. Para Guto, o momento é de subir mais um degrau.

“Nós já fizemos dois pódios na temporada e estamos cada vez mais confiantes em nosso trabalho. Cada etapa que passa a gente aumenta a nossa meta. E com a virada do ano percebemos que já tínhamos um tempo considerável de treinamento juntos, então aumentamos o nosso sarrafo, e viemos com o objetivo de chegar em todas as semifinais do Circuito Brasileiro. E conseguimos o primeiro objetivo, agora queremos buscar este ouro, estamos com muita vontade, ainda mais depois de duas pratas. Acredito que este é o nosso melhor torneio desde que nos juntamos. Agora é hora de brigar na semifinal”, contou Guto.

A última dupla a garantir um lugar nas semifinais foi André e George. Eles começaram o dia levando a melhor sobre Vinícius/Vitor Felipe (ES/PB) por 2 sets a 1 (24/22, 11/21 e 15/11). Na fase semifinal superaram Hevaldo/Adelmo (CE/BA) – algozes no dia anterior – por 2 sets a 0 (21/18 e 21/16). Esta é a sexta semifinal de André e George em seis etapas, e esta constância foi destacada pelo bloqueador capixaba.

“Estamos no início do ano, depois de uma pausa para rápidas férias, ainda sem ritmo, mas isso não é desculpa para ninguém. E tivemos uma derrota na fase de grupos justamente contra o Hevaldo e o Adelmo, eles formam uma grande dupla que fazem jogos difíceis com a gente. Soubemos nos recuperar, pensar no jogo e alcançamos mais uma semifinal, mantendo a nossa constância. Estamos muito felizes, é um trabalho em equipe que fazemos”, avaliou André.

Mais em Vôlei de Praia