Siga o OTD

Renan Dal Zotto - Vôlei - Seleção Masculina de vôlei

Coronavírus

Com Covid-19, Renan Dal Zotto é entubado, enquanto Radamés melhora

Depois de testar positivo para covid-19, Renan Dal Zotto passou os primeiros dias em casa, mas foi internado semana passada. Com a piora, foi entubado hoje

Com Covid-19, Renan Dal Zotto é entubado, enquanto Radamés melhora

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) divulgou nesta segunda-feira boletim com atualização do estado de saúde de Ramadés Lattari, vice-presidente da entidade, e Renan Dal Zotto, técnico da seleção brasileira masculina. Enquanto o dirigente se recupera bem da Covid-19 e foi extubado, o treinador foi entubado nesta segunda para manter o nível de saturação de oxigênio mais alta. A expectativa é que ele permaneça neste estado de 48h a 72h para depois iniciar a retirada do respirador mecânico.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Os dois apresentaram sintomas da Covid-19 depois de assistirem juntos a final da Superliga de vôlei feminino na bolha montada pela CBV em Saquarema. Lá foram disputadas as finais da competição nos dois naipes e é onde as seleções do Brasil estão se preparando para a Liga das Nações e também para os Jogos Olímpicos.

Dias depois de estarem juntos em Saquarema, tanto Renan Dal Zotto, quanto Radamés Lattari testaram positivo, mas o dirigente foi o primeiro a apresentar sintomas mais graves e foi logo entubado. O treinador passou os primeiros dias se recuperando em casa, mas foi internado na semana passada em decorrência a uma piora em seu estado. Nesta segunda-feira, teve que ser entubado, enquanto o dirigente melhorou e retirou a respiração mecânica.

Depois dos exames positivos de Radamés Lattari e Renan Dal Zotto, a CBV testou todos os presentes em Saquarema, tanto dos clubes que disputavam a fase final da Superliga, quanto da seleções e todos testaram negativo. Além disso, a entidade suspendeu a apresentação da seleção brasileira sub-20 feminina, que também faria seus treinamentos no litoral do Rio de Janeiro.

Mais em Coronavírus