Siga o OTD

Trentino, de Lucarelli, leva susto, mas faz o suficiente para ir à final da Champions

Vôlei

Trentino, de Lucarelli, leva susto, mas faz o suficiente para ir à final da Champions

Trentino, de Lucarelli, só precisava ganhar dois sets para ir à final da Champions e alcançou o objetivo mesmo perdendo por 3 a 2

Depois de ganhar o primeiro jogo por 3 a 0, o Trentino só precisava vencer dois sets para garantir a classificação para a final da Champions League de vôlei masculino. Apesar disso, o time do brasileiro Lucarelli levou um susto ao perder os dois primeiros sets para o Perugia, mas conseguiu reagir e fez o suficiente para chegar à decisão ao perder por 3 a 2 com parciais de 25/22, 25/17, 23/25, 17/25 e 15/6.

Lucarelli fez um bom jogo com 11 pontos marcados, dez de ataque e um de saque. Ficou atrás só de seu companheiro de time, o holandês Nimir Abdel-Aziz, que fez 17, e, da parte do Perugia, do cubano naturalizado polonês Wilfredo León, maior pontuador do jogo com 21, e do ucraniano Oleh Plotnytskyi, que fez 14.

+Gabi brilha no saque, Vakifbank consegue virada histórica e vai à final

Sem poder errar se quisesse se classificar para a final da Champions League de vôlei masculino, o Perugia começou com tudo. Com León e Plotnytskyi inspirados, a equipe abriu vantagem na reta final do primeiro set para fechar em 25 a 21.

No segundo set, o domínio do Perugia foi completo. Com muita facilidade e com sete pontos de León, que chegou a 12 ao final da parcial, a equipe abriu 2 a 0 ao fechar em 25 a 17.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Se fechasse em 3 a 0 ou 3 a 1, o Perugia levaria a decisão para o golden set, coisa que, apesar de estar perdendo por 2 a 0 naquele momento, o Trentino queria evitar de qualquer maneira. Foi quando Lucarelli apareceu para fazer a diferença. O brasileiro fez seis dos seus 11 pontos na parcial e foi fundamental para a vitória por 25 a 23 que manteve a equipe na disputa.

A derrota no terceiro set foi dolorida para o Perugia, que chegou a estar vencendo a parcial por 16 a 14, mas deixou o Trentino ser mais consistente na reta final. A equipe sentiu o baque e só conseguiu equilibrar o jogo no começo do quarto set.

Depois disso, o Trentino dominou, abriu vantagem e chegou a 16 a 9. Daí em diante, foi só controlar a diferença para vencer por 25 a 17 e comemorar a classificação.

Mas ainda tinha o tie break para jogar. Pouco importava. O treinador Angelo Lorenzetti tirou de quadra seus principais jogadores e foi para o quinto set com os reservas. Assim, o Perugia ganhou fácil por 15 a 6, mas o Trentino já estava classificado para a final da Champions League de vôlei masculino, onde vai enfrentar o Kedzierzyn Kozle, da Polônia, na disputa pelo título.

Mais em Vôlei