Siga o OTD

Sesi Vôlei Bauru e Fluminense - Superliga Feminina

Vôlei

Com show de Tifanny, Bauru bate o Flu e vence a 4ª seguida

Tifanny lidera equipe do início ao fim, terminando com 23 pontos, e Bauru reassume a terceira posição da Superliga

Sesi Vôlei Bauru é o terceiro colocado da Superliga (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Com show de Tifanny, Bauru bate o Flu e vence a 4ª seguida

Em jogo único neste sábado (16), válido pela terceira rodada do returno da Superliga feminina de vôlei, o Sesi Bauru recebeu o Fluminense no Ginásio Panela de Pressão (SP) e, com um show da oposta Tifanny, venceu o duelo por 3 sets a 0 (25/17, 25/16 e 25/15).

Tifanny liderou a equipe paulista do início ao fim e terminou o jogo com um total de 23 pontos. E Rabadzieva, em sua estreia pelo Bauru, também foi bem e marcou sete pontos. Do outro lado, Mayara foi a maior pontuadora do Fluminense, anotando nove pontos, seguida de Arianne, com oito.

+Veja a tabela completa da Superliga feminina

Com o resultado, o Sesi Bauru chega à quarta vitória seguida, a 11ª em 13 jogos disputados até aqui na Superliga feminina. Assim, a equipe vai a 31 pontos, reassumindo a terceria colocação. Do outro lado, no entanto, o Fluminense não se recupera, sofre o quarto revés consecutivo e segue na vice-lanterna, com apenas seis pontos.

O próximo compromisso do Sesi Bauru promete grandes emoções. No dia 26 de janeiro, a equipe reencontra o rival Osasco, contra quem protagonizou duelos acirrados no ano passado, no Campeonato Paulista, no Troféu Super Vôlei e na própria Superliga feminina. Já o Fluminense encara o São José dos Pinhais, no dia 22. 

O jogo

O primeiro set começou bastante equilibrado, sem que nenhuma das equipes conseguisse abrir vantagem. Na metade da parcial, nos detalhes e pequenos erros, o Bauru enfim passou a frente, abrindo uma vantagem que se mantinha na casa dos três pontos. Apenas no final, a equipe paulista se impôs, não deixou o time carioca pontuar e fechou o set em 25 a 17, largando na frente. 

Já a segunda parcial começou totalmente diferente, com o Bauru muito agressivo e dominando as ações. Com Tiffany impecável, não demorou muito para a equipe construir uma vantagem bastante confortável, que chegou a ser de 14 pontos. No fim da parcial, o Fluminense ainda tentou reagir e conseguiu diminuir a diferença, aproveitando os erros do Bauru, mas não foi suficiente para impedir que a equipe paulista fechasse o set em 25 a 16 e abrisse 2 a 0. 

O terceiro set seguiu o roteiro do segundo, com o Bauru superior em quadra e abrindo vantagem logo de cara. Tifanny continuou sobrando no jogo, sendo peça fundamental na atuação da equipe. Mais uma vez, a diferença passou dos 10 pontos e seguiu assim até o fim. O time paulista encaminhou a vitória e confirmou o resultado positivo, encerrando o set em 25 a

A competição

A Superliga feminina teve início no dia 9 de novembro e conta com 12 equipes participantes. Vale lembrar que em ambos os naipes, neste ano, os duelos de quartas de final, semifinais e finais serão todos disputados em série de melhor de três. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Além disso, entre as definições do protocolo de segurança, as equipes precisarão realizar testes de coronavírus a cada 15 dias durante a Superliga. Por fim, em caso de exames positivos, os atletas ficarão em quarentena por um período de 10 dias. Em caso de mais de quatro diagnósticos positivos, ou de duas levantadoras, o time poderá pedir então adiamento dos jogos

REVEJA: SESI VÔLEI BAURU X FLUMINENSE – SUPERLIGA FEMININA

Use o cupom OTD10 para comprar o pay per view da Superliga com 10% de desconto. Clique aqui.

Mais em Vôlei