Siga o OTD

futebol de 5 jogos paralímpicos de tóquio 2020 argentina

Tóquio 2020

Brasil bate Argentina com gol de Nonato e leva quinto ouro no futebol de 5

O Japão é a terra do penta! Invicta desde Atenas-2004, seleção brasileira de futebol de 5 é campeã em Tóquio

Seleção de futebol de 5 vibra após o ouro nos Jogos de Tóquio (Alê Cabral/CPB)

Brasil bate Argentina com gol de Nonato e leva quinto ouro no futebol de 5

Um filme que se repete. Assim como em 2002, quando o futebol brasileiro venceu a Copa do Mundo do Japão e sagrou-se pentacampeão, o futebol de 5 repetiu o roteiro e conquistou o pentacampeonato dos Jogos Paralímpicos na terra do sol nascente! Em uma partida muito disputada, como sempre é diante da Argentina, o Brasil fez 1 a 0 em golaço de Nonato e ficou com o ouro.

Desde que o futebol de 5 estreou em Jogos Paralímpicos na edição de Atenas-2004, o Brasil nunca perdeu um jogo sequer. São 21 vitórias e seis empates nos cinco ouros conquistados. Um domínio completo e absoluto.

Ataque contra defesa

Como sempre, o Brasil partiu para cima do adversário. Não importa quem está do outro lado, muito menos se são os Argentinos. Na primeira etapa, foram sete chutes arriscados pelos brasileiros, sendo que três deles resultaram em defesa do goleiro Dario Lencina.

Já Luan Gonçalves foi testado duas vezes, as duas únicas em que a Argentina chegou com perigo. Em uma delas, o goleiro brasileiro se esticou todo e fez uma grande defesa. Em resumo, os argentinos entraram focados na defesa, mas tiveram suas chances, sempre com uma recomposição defensiva impecável.

+GUIA DOS JOGOS PARALÍMPICOS

Clássico

Na história dos Jogos Paralímpicos, Brasil e Argentina já tinham se enfrentado três vezes, com duas vitórias brasileiras nas penalidades e um empate. Era sabido que o jogo seria truncado, cheio de contato e muita garra das duas equipes.

Mais habilidosos, os jogadores do Brasil tem o drible como aliado, enquanto a Argentina vai na força e sabe ocupar os espaços. Mas muito contato geram quedas e trombadas bem feias, ainda mais com dois países que vivem o futebol. O jogo ficou bem feio em alguns momento, com a bola presa nas laterais.

Vem gol, vem!

A segunda etapa seguiu no mesmo ritmo. Aliás, ritmo ditado pelo Brasil. Um volume muito grande nos 20 minutos finais, como é característico. O físico do Brasil sempre sobra e os adversários costumam sofrer. Com tantos craques, fica bem complicado marcar os 40 minuto na mesma intensidade.

E foi em um lance individual que o gol veio. Nonato disparou com a bola dominada pelo meio, fintou dois, puxo para a canhota e encheu o pé. A bola estufou a rede e pentacampeão correu para o abraço.

futebol de 5 jogos paralímpicos de tóquio 2020 argentina
Craques! Nonato, autor do gol, abraça Paraná (Alê Cabral/CPB)

O esporte

futebol de 5 é exclusivo para cegos ou deficientes visuais. As partidas, normalmente, são em uma quadra de futsal adaptada, mas, desde os Jogos Paralímpicos de Atenas 2004, também têm sido praticadas em campos de grama sintética. O goleiro tem visão total e não pode ter participado de competições oficiais da Fifa nos últimos cinco anos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Junto às linhas laterais, são colocadas bandas que impedem que a bola saia do campo. Cada time é formado por cinco jogadores – um goleiro e quatro na linha. Diferentemente de um estádio convencional de futebol, as partidas de futebol de 5 são silenciosas, em locais sem eco. O jogo tem dois tempos de 25 minutos e intervalo de 10.

+ RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

A bola tem guizos internos para que os atletas consigam localizá-la. A torcida só pode se manifestar na hora do gol. Os jogadores usam uma venda nos olhos e, se tocá-la, cometerão uma falta. Com cinco infrações, o atleta é expulso de campo e pode ser substituído por outro jogador. Há, ainda, um guia (chamador) que fica atrás do gol adversário para orientar os atletas so seu time. Ele diz onde os jogadores devem se posicionar em campo e para onde devem chutar. O técnico e o goleiro também auxiliam em quadra.

O esporte

futebol de 5 é exclusivo para cegos ou deficientes visuais. As partidas, normalmente, são em uma quadra de futsal adaptada, mas, desde os Jogos Paralímpicos de Atenas 2004, também têm sido praticadas em campos de grama sintética. O goleiro tem visão total e não pode ter participado de competições oficiais da Fifa nos últimos cinco anos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Junto às linhas laterais, são colocadas bandas que impedem que a bola saia do campo. Cada time é formado por cinco jogadores – um goleiro e quatro na linha. Diferentemente de um estádio convencional de futebol, as partidas de futebol de 5 são silenciosas, em locais sem eco. O jogo tem dois tempos de 25 minutos e intervalo de 10.

+ RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

A bola tem guizos internos para que os atletas consigam localizá-la. A torcida só pode se manifestar na hora do gol. Os jogadores usam uma venda nos olhos e, se tocá-la, cometerão uma falta. Com cinco infrações, o atleta é expulso de campo e pode ser substituído por outro jogador. Há, ainda, um guia (chamador) que fica atrás do gol adversário para orientar os atletas so seu time. Ele diz onde os jogadores devem se posicionar em campo e para onde devem chutar. O técnico e o goleiro também auxiliam em quadra.

Mais em Tóquio 2020