Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Mariana D’Andrea bate marca de 137 kg e conquista o ouro no halterofilismo

Na última tentativa, Mariana D’Andrea consegue marca que a consagra como campeã paralímpica até 73 kg

A braba do halterofilismo tem nome! Mariana D’Andrea sagrou-se campeã paralímpica da categoria até 73 kg e garantiu mais uma medalha de ouro para o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. A atleta, que é da classe PWL, atingiu a marca de 137 kg na terceira tentativa e não foi superada por ninguém.

E olha que foi com muita emoção. Afinal, a chinesa Lili Xu foi a última a competir e colocou 138 kg. Mas o levantamento não foi validado e o ouro ficou com Mariana D’Andrea. Aliás, com essa marca de 137 kg, a brasileira voltou a bater o recorde das Américas, que era dela mesmo (135 kg).

Mariana D’Andrea era uma das favoritas, já que chegou para os Jogos Paralímpicos de Tóquio como a número 1 do ranking mundial e com um extenso currículo de vitórias. Ela foi ouro na Etapa de Tbilisi da Copa do Mundo de halterofilismo em 2021, fora o ouro nos Jogos Parapan-Americanos de Lima-2019.

+ Confira o Guia Paralímpicos do OTD!

Força bruta

Para começar com tudo, a brasileira já foi para 130 kg na sua primeira tentativa. Esbanjando confiança, Mariana D’Andrea não teve problemas e conseguiu realizar o levantamento com perfeição.

Mariana D'Andrea halterofilismo jogos paralímpicos de tóquio
Mariana D’Andrea em ação no Fórum de Tóquio (Takuma Matsushita/CPB)

Já em sua segunda vez, ela aumentou o peso para 133 kg e teve um pouco mais de dificuldades. Até os árbitros demoraram a validar seu levantamento, que foi considerado válido após avaliação dos três árbitros.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Pena que sequência, a chinesa Lili Xu foi para sua segunda tentativa e atingiu a marca de 134 kg, um a mais do que Mariana D’Andrea, assumindo a liderança da disputa. É assim que funciona a batalha no halterofilismo, onde cada atleta tenta superar o peso levantado pelos adversários.

Para a atleta brasileira só restava tentar bater a marca da chinesa. Mariana D’Andrea foi para a última tentativa com 137 kg e conseguiu. Já a chinesa colocou 138 kg para garantir o ouro. Mas não conseguiu o levantamento perfeito.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Paralimpíada Todo Dia