Siga o OTD

Patty Mills

Tóquio 2020

Patty Mills faz 42 pontos e garante o bronze da Austrália no basquete masculino

Austrália derrota Eslovênia por 93 a 107, com show de Patty Mills, que marcou 42 pontos e faturou o bronze

Patty Mills crava 42 pontos contra a Eslovênia e fatura medalha de bronze para os australianos no basquete em Tóquio. Foto: fiba.basketball

Patty Mills faz 42 pontos e garante o bronze da Austrália no basquete masculino

A Austrália ganhou a medalha de bronze no basquete masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A seleção de Patty Mills e companhia bateu a equipe eslovena por 93 a 107 na Saitama Super Arena. Eslovênia e Austrália estiveram na disputa do terceiro lugar vindas de derrotas, respectivamente, para França e Estados Unidos.

No jogo mais importante desta rodada final, os Estados Unidos faturaram a medalha de ouro, vencendo a França por 82 a 87.

O fã brasileiro que acordou mais cedo no sábado viu um jogo onde a Austrália ganhou todos os quartos da partida, e cometeu dez turnovers – contra 17 da Eslovênia. Os Boomers obtiveram o terceiro lugar lançando mão da habilidade de Patty Mills, que cravou incríveis 42 pontos e conseguiu três rebotes e nove assistências.

Já Joe Ingles veio atrás em pontuação, com 16 – além de seus nove rebotes captados e quatro assistências dadas. Quanto a bolas de três pontos, os australianos cravaram 14, e a Eslovênia, 12. Foram 35 tentativas para a Eslovênia e 38 para a Austrália.

Mills sai da competição em Tóquio com uma média de 28,8 pontos, além de 3,5 rebotes e 6,5 assistências. Já Jock Landale, que na disputa do bronze fez 14 pontos, durante a fase regular e a pós teve média de 13,5 pontos, 3,8 rebotes e 1,8 assistências.

Para a Eslovênia, que deixou escapar a medalha de bronze por 14 pontos, Luka Doncic teve 22 pontos em seus 35 minutos em quadra. Também deu sete assistências e agarrou oito rebotes. Klemen Prepelic, do Valencia, marcou 18 pontos, sete rebotes e duas assistências.

E, nesta campanha inédita da seleção eslovena nas terras nipônicas, Doncic teve pontuação média de 23,8 pontos, 9,7 rebotes e 9,5 assistências. E Prepelic completou seu currículo nesta olimpíada com média de 15,5 pontos, 3,3 rebotes e 2,7 assistências.

Por Alice Barbosa e Lucas Ardito.

Mais em Tóquio 2020