Siga o OTD

Brasil x Espanha - Handebol feminino

Tóquio 2020

Goleira resolve e Espanha vence o Brasil no handebol feminino

Invicta, Seleção feminina de handebol quer chegar longe nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 e desafia a Espanha pela terceira rodada da fase de grupos. Acompanhe com o Olimpíada Todo Dia!

Jonne Roriz/COB

Goleira resolve e Espanha vence o Brasil no handebol feminino

A seleção brasileira de handebol feminino terá pesadelos com a goleira Navarro. Na partida contra a Espanha, a jogadora conseguiu defender mais de 45% dos arremessos ao seu gol e foi a grande responsável pela derrota do Brasil por 27 a 23. Com o resultado, as brasileiras se mantém com três pontos e ocupam a terceira colocação na chave. Já as espanholas chegam aos quatro pontos e assumem a segunda posição.

+ TABELA COMPLETA DO HANDEBOL FEMININO NOS JOGOS OLÍMPICOS DE TÓQUIO 2020

“Não é o meu objetivo ser o destaque, mas sei que posso dar o meu melhor quando o time precisa de mim”, explica a armadora direita, que ainda fez uma análise sobre a atuação da equipe como um todo: “Acabamos o primeiro tempo com o jogo empatado, mas pecamos em alguns momentos na defesa e, nos momentos decisivos, na finalização. Acho que isso talvez não tenha nos levado à vitória. Mas a competição continua e temos muito pela frente”, disse Bruna de Paula, artilheira da seleção na partida com oito gols.

O jogo

No começo do jogo, o Brasil seguiu jogando com sua marca registrada em Tóquio. Com uma defesa forte e buscando o melhor arremesso no ataque, as brasileiras se colocaram na frente do placar e abriram vantagem no marcador, com 10 a 7. Na reta final, as espanholas cresceram. 

Com Navarro defendendo mais e o time acelerando o jogo, a seleção da Espanha chegou a passar a frente, com 13 a 12. Contudo, com segundos para o fim, Lari Araújo conseguiu um belo arremesso de apoio e levou o marcador em 13 a 13 para o intervalo.

+RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Na volta para o segundo tempo, só a Espanha entrou no jogo. Melhor dos dois lados da quadra, as espanholas abriram 18 a 14 nos primeiros minutos e a partida parou. No retorno para o duelo, o Brasil chegou. Atacando melhor e com Babi crescendo nas defesas, a vantagem caiu e chegou nos últimos 10 minutos em 21 a 20 para as espanholas. 

Na reta final, Navarro voltou a aparecer. Crescendo no momento certo, a goleira espanhola passou a dificultar todas as ações do Brasil e a diferença subiu para 24 a 20. Nos minutos finais, a seleção brasileira tentou buscar, mas acabou trocando gols com a Espanha e acabou conhecendo sua primeira derrota nos Jogos Olímpicos de Tóquio, por 27 a 23.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Forma de disputa do handebol feminino nos Jogos Olímpicos

Doze países, divididos em duas chaves de seis times, disputarão a medalha de ouro no Japão. Os quatro primeiros de cada grupo se classificam e enfrentam adversários do outro grupo nas quartas-de-final (sendo o primeiro colocado de um grupo contra o quarto colocado do outro e o segundo colocado de um contra o terceiro colocado de outro). A partir daí, saem os semifinalistas e finalistas.

O grupo do Brasil em Tóquio é considerado o da morte. Se a seleção mantiver a tradição recente na fase de grupos e conseguir terminar nas primeiras posições, pode fugir de um possível confronto com Holanda e Noruega, algozes do país nas duas últimas edições olímpicas.

Confira o cronograma da seleção feminina em Tóquio:

24.07 – 23h (horário de Brasília) – Brasil 24 x 24 Rússia

26.07 – 23h (horário de Brasília) – Brasil 33 x 27 Hungria

28.07 – 23h (horário de Brasília) – Brasil 23 x 27 Espanha

31.07 – 4h15 (horário de Brasília) – Brasil x Suécia

01.08 – 23h (horário de Brasília) – Brasil x França

Mais em Tóquio 2020