Siga o OTD

Mayra Aguiar é uma das brasileiras que briga pela classificação no judô rumo a tóquio

Tóquio 2020

Ranking olímpico do judô é estendido para junho de 2021

Com a mudança da Olimpíada de Tóquio para 2021, a Federação Internacional de Judô (IJF) aumenta o prazo da classificação via ranking

Dusseldorf Grand Slam 2020, Mayra Aguiar -78 kg Foto: Mayorova Marina/IJF

Ranking olímpico do judô é estendido para junho de 2021

A Federação Internacional de Judô anunciou nesta sexta-feira (3) que vai estender até o dia 29 de junho de 2021 a corrida olímpica via ranking, aumentando o período de classificação para a Tóquio por causa da pandemia de coronavírus. O comunicado vem a público após a confirmação do adiamento da Olimpíada para 2021.

“A IJF (Federação Internacional de Judô) terá pelo menos o mesmo número de eventos no processo de qualificação, incluindo também todos os eventos que já foram agendados no Calendário da IJF no período até a nova data final da qualificação. O número final de eventos incluídos depende de vários fatores, mas principalmente da situação da saúde no mundo e das possíveis restrições de viagem, bem como a disponibilidade de locais e comitês organizadores locais.”

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Ajustes no calendário do judô

Devido à pandemia de coronavírus, todas as competições até pelo menos 30 de junho de 2020 continuam suspensas. Esta data será revisada de acordo com a evolução da situação. Anteriormente, antes da definição sobre Tóquio 2020, a IFJ tinha determinado que o ranking olímpico do judô fecharia no dia 30 de junho deste ano.

O Campeonato Mundial de judô de 2021 também pode ter a data alterada. Inclusive, poderá ser incluído no processo de classificação rumo a Tóquio, embora, no momento, isso não tenha sido discutido. Tudo por causa da incerteza pela situação de emergência do coronavírus. O Masters de Doha, no Qatar, definitivamente continuará fazendo parte da qualificação, em uma data a ser definida.

Mais em Tóquio 2020