Siga o OTD

Tênis de Mesa

Após Portugal, Jessica Yamada foca em temporada na Suécia

Após treinar em Portugal, atleta vai defender novo clube na liga local e comemora respeito conquistado pelas brasileiras na modalidade

Jessica Yamada tênis de mesa Köping Liga da Suécia de tênis de mesa Missão Europa Portugal
Jessica Yamada em treino na Missão Europa (Daniel Varsano/COB)

Depois de treinar um mês com a seleção brasileira, em Portugal, Jessica Yamada encara um novo desafio. Ela vai jogar a liga da Suécia de tênis de mesa pelo Köping, time que passou a defender após o anterior, BTK Storfors, encerrar as atividades nesta temporada.

“O primeiro clube que atuei na Suécia, o BTK Storfors, era muito focado mesmo nos jogos, os técnicos faziam porque gostavam, mas não tinha uma estrutura para alto rendimento. Aqui, no Köping, é diferente, tem um centro de treinamento, estou bem impressionada com a estrutura, que é incrível”, conta a brasileira, sobre o Köping.

“Estou num apartamento e os atletas estudam num colégio ao lado do local de treinamento, onde eles estudam, se alimentam, com tudo grátis para os atletas suecos, na maioria jovens. Gostaria que um dia pudéssemos oferecer isso aos nossos jovens. A equipe é bem nova, vim para somar. Não sou muito próxima delas. Mas, se todas conseguirem dar o melhor, poderemos, sim, brigar pelo título”, garante.

Crescimento brasileiro

Jessica Yamada atuou por muitos anos na França e voltou para o Brasil em 2018. Ela acredita que a situação atual é bem diferente da época em que se aventurou no continente europeu, há quase dez anos.

+ Hugo Calderano inicia busca por segundo título da Copa da Alemanha

“Antes, ninguém falava no tênis de mesa feminino brasileiro. No início, não era fácil, precisava colocar dinheiro do meu bolso. A gente foi conquistando isso aos poucos. Internacionalmente já somos mais respeitadas. É um trabalho que foi feito durante muitos anos. Hoje, o Brasil já tem um espaço e espero que consigamos cada vez mais resultados incríveis para abrir portas para futuras gerações”.

Se o foco agora é na Suécia, o período anterior de preparação só trouxe coisas boas. Jessica Yamada afirma que os treinos em Portugal, na chamada Missão Europa, tiveram muita intensidade.

“O período em Portugal foi muito bom. O CT já possui uma estrutura incrível. Ter a oportunidade de estar lá com tantos outros profissionais do tênis de mesa foi muito importante. As meninas estavam treinando bem felizes e foi tudo muito intenso. Tomara que tenhamos outra Missão Europa”.

Hugo Hoyama de olho

Apesar de estar na liga da Suécia, Jessica Yamada vei ser acompanhada de perto pelo técnico da seleção brasileira, Hugo Hoyama. Não só ela, afinal Bruna Takahashi e Carol Kumahara também estarão em ação em ligas europeias, em Portugal e Espanha, respectivamente. As três, além da jovem Giulia Takahashi.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Hoyama acredita que o período treinando em Vila Nova de Gaia irá ajudar as quatro. “Esses dias farão muita diferença para que elas atinjam seus objetivos. Espero que tenham grandes resultados e conquistem grandes vitórias nos seus clubes. Todas estão muito focadas, pensando na Olimpíada. Foi um passo enorme para chegarmos em Tóquio no melhor ponto possível”.

Mais em Tênis de Mesa

viagra