Siga o OTD

Marcelo Melo - Marcelo Demoliner

Tênis

Marcelo Melo vence estreia em Viena; Bia encerra temporada

Melo segue em busca de uma vaga no ATP Finals, enquanto Bia sentiu um incômodo na mão e optou por voltar ao Brasil. Confira os destaques

Marcelo Melo busca o terceiro título do ATP 500 de Viena (Paul Zimmer)

Marcelo Melo vence estreia em Viena; Bia encerra temporada

A quarta-feira (28) foi recheada de brasileiros ao redor do mundo nas competições de tênis. No ATP 500 de Viena, na Áustria, Marcelo Melo estreou com vitória e segue na busca pelo tricampeonato do torneio. Já no Astana Open, o ATP 250 de Nur-Sultan, no Casaquistão, Marcelo Demoliner e dupla desistiram do jogo no segundo set, dando adeus ao torneio. Por fim, Bia Haddad sentiu um incômodo da mão esquerda e optou por deixar o ITF de Lousada, em Portugal, encerrando a temporada de 2020 mais cedo. Confira os destaques!

Estreia com pé direito

No ATP 500 de Viena, os atuais vice-campeões do torneio e cabeças de chave número 3, Marcelo Melo e Lukasz Kubot estrearam com vitória. Apesar de um susto do segundo set, eles se mantiveram firmes no super tie-break, vencendo o sul-africano Raven Klaasen e o holandês Jean-Julien Rojer por 2 a 1, com parciais de 7/6 (4), 6/7 (7) e 10/7.

“Hoje foi um grande jogo. Agora é continuar passo a passo e ir com tudo amanhã (quinta), que temos outro jogo extremamente difícil. Estamos realmente felizes com a vitória, em uma partida que exigiu muito da nossa dupla”, celebrou o brasileiro. 

Assim, Marcelo Melo e Lukasz Kubot avançam e se juntam a Bruno Soares e Mate Pavic nas quartas de final. Os adversários serão o austríaco Jurgen Melzer e francês Edoard Roger-Vasselim.

+Veja todas as notícias sobre tênis

A dupla vem de dois torneios seguidos em Colônia, na Alemanha, onde foram vice-campeões e chegaram às quartas de final dos ATP 250. Depois de Viena, Melo e Kubot jogam o Masters 1000 de Paris, onde foram campeões em 2017. O brasileiro ainda tem mais uma conquista, em 2015, ao lado do croata Ivan Dodig.

Vale lembrar que o objetivo da dupla neste final de temporada é buscar um lugar no ATP Finals, que reúne as oito melhores parcerias do ano, de 15 a 22 de novembro, em Londres. Na corrida para a capital inglesa, no ranking divulgado na segunda-feira (26), Marcelo Melo e Lukasz Kubot ocupam o 11º lugar.

Bia encerra temporada

Bia Haddad
Bia Haddad conquistou quatro títulos em seis torneios (Instagram/biahaddadmaia)

Depois de 85 dias, seis torneios, quatro títulos e um vice-campeonato, Bia Haddad encerrou a temporada de 2020. Pelas redes sociais, a tenista confirmou que sentiu um incômodo da mão esquerda e decidiu não competir no ITF de Lousada, retornando ao Brasil.

Bia Haddad havia ficado 13 meses longe das quadras, somando suspensão por doping e paralisação do circuito por causa da pandemia. Voltou a entrar em ação como a última colocada do ranking da WTA, mas os resultados logo renderam muitas posições e, hoje, ela já é a segunda melhor brasileira ranqueada.

“Foram 85 dias intensos, de muito trabalho, entrega, sem nenhuma perspectiva, sem ranking , sem pode entrar em nenhum torneio e com ‘o novo mundo’ que estamos vivendo”, escreveu. “Busquei a cada dia ser uma Bia melhor, dentro e fora das quadras… Dedico essa gira aos meus pais, minha irmã , Thiago, meus avós, primos, tios, amigos e a minha equipe, porque vocês sim são os que mais me inspiram, me dão força e tiveram comigo todos os dias! Cada um sabe da importância na minha vida”.

Demoliner e Cacic abandonam jogo

Na estreia do ATP 250 de Nur-Sultan, o Astana Open, no Cazaquistão, Marcelo Demoliner e seu novo parceiro Nikola Cacic acabaram abandonando o jogo por problemas físicos.

Eles já haviam perdido o primeiro set diante de Sander Arends e Artem Sitak, por 6/3, e quando venciam a segunda parcial por 5 a 4, Marcelo Demoliner e Cacic pediram atendimento médico e acabaram desistindo da partida.

ITFs e Challenger

No Challenger de Marbella, na Espanha, estreia com o pé direito de Fernando Romboli nas duplas. Ao lado de Luiz David Martinez, ele superou a primeira rodada, vencendo Riccardo Bonadio e Daniel Riveros 7/6 (4), 5/7 e 14/12. Agora, os cabeças de chave três enfrentam Andrej Martin e Gonçalo Oliveria nas quartas de final.

Nos ITFs, começando pela chave feminina, Rebeca Pereira foi a única a entrar em quadra nesta quarta-feira. Mas acabou eliminada logo de cara, na primeira rodada do ITF de Monastir, na Tunísia. Ela sofreu o revés diante de Darja Semenistaja, por 6/4 e 6/2. Nas duplas, no entanto, ela e Barbara Gatica são as cabeças de chave número um e já estão nas quartas de final, aguardando as próximas adversárias.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Já no ITF M15 de Vale do Lobo, em Portugal, três brasileiros estiveram em ação. Na chave de simples, o único a avançar foi Matheus Pucinelli, que o venceu o convidado da casa Tomas Luis por 6/2 e 6/0. Agora, ele encara o francês Maxime Hamou por uma vaga nas quartas.

Já Wilson Leite, no entanto, foi derrotado pelo belga Michael Geerts em sets diretos, com parciais de 6/1 e 6/4. E João Lucas Reis até saiu na frente, mas levou a virada diante do espanhol Nikolas Isquierdo, perdendo por 3/6, 7/5 e 6/4.

Por fim, no ITF M15 de Monastir, Gabriel Roveri acabou dando adeus ao torneio logo na estreia ao ser derrotado de virada pelo cabeça de chave um e atleta da casa, Aziz Dougaz. O placar final foi 4/6, 6/2 e 6/4.

Mais em Tênis