Siga o OTD

Surfe

Filipe, Ítalo e Miguel Pupo vão às quartas em Bells Beach

Com a classificação para as quartas em Bells Beach, Filipe Toledo assume liderança do ranking

Filipe Toledo bells beach surfe

Três brasileiros passaram para as quartas de final do Rip Curl Pro Bells Beach, em mais um dia de praia lotada e show de surfe nas ondas perfeitas de Bells Beach, na Austrália. Filipe Toledo já tirou a liderança do ranking de Kanoa Igarashi e vai disputar a lycra amarela na reedição da última final desta etapa em 2019, vencida por John John Florence. Italo Ferreira e Miguel Pupo também seguem na disputa do título e com chances matemáticas nesta briga pela ponta do Circuito Mundial de 2022.

A primeira chamada para as quartas de final está marcada para às 18h (de brasília) da sexta-feira (15) no Brasil.

Nas oitavas de final masculinas, o melhor foi o havaiano John John Florence, que atingiu 17,77 pontos com as notas 9,07 e 8,70 que somou na vitória sobre Morgan Cibilic. Foi logo após Filipe Toledo despachar outro australiano, Connor O´Leary, também com mais uma grande apresentação nas direitas de Bells Beach.

Filipe fez uma boa escolha de ondas e aproveitou bem as chances que teve, para mostrar suas manobras inovadoras e progressivas. Nas melhores que surfou, recebeu notas 8,43 e 7,83 para vencer por 16,26 a 13,00 pontos.

“Acredito que é essencial fazer duas ou três manobras grandes lá fora, porque depois a onda fica gorda até o inside”, analisou Filipe Toledo. “Eu estou me sentindo bem, minha prancha está mágica e sei que posso chegar nas finais, se eu ficar em sintonia com as séries para pegar as melhores ondas. Me sinto abençoado por estar surfando ondas como essas. A previsão não era muito boa, mas as ondas estão ótimas e temos muita sorte em competir nessas condições”.

+ Brasil tem nove atletas inscritos no X-Games de Chiba

Segue o líder

Com a classificação para as quartas de final, Filipe Toledo já tirou o japonês Kanoa Igarashi da liderança do ranking, só que três surfistas ainda têm chances matemáticas nesta briga pela ponta. Mas, Ítalo Ferreira e Miguel Pupo já necessitam da vitória para ultrapassar os 19.185 pontos que ele garantiu no ranking. E o havaiano John John Florence precisa chegar na final. Os dois terão um confronto direto no último dia, reeditando na segunda quarta de final, a decisão do último título do Rip Curl Pro Bells Beach disputado em 2019.

Filipe falou sobre defender a lycra amarela de número 1 da World Surf League: “Isso é fantástico, mas tem muita coisa para acontecer ainda e acho que o John John precisa chegar na final pra ficar com ela né. De qualquer maneira, estou numa posição muito boa para o próximo evento, mas um bom resultado aqui vai aumentar minha confiança. Eu adoro o evento de Margaret River, que eu ganhei no ano passado. Estou tranquilo, feliz, então é manter a humildade e seguir em frente”.

Confronto brasileiro

Depois de se garantir nas quartas, Miguel Pupo ficou torcendo para o seu irmão mais jovem, Samuel Pupo, no duelo brasileiro com o campeão mundial e medalhista de ouro na estreia do surfe nas Olimpíadas de Tóquio, Ítalo Ferreira. Foi a última bateria das oitavas de final e os dois fizeram uma disputa de altíssimo nível. O potiguar largou na frente com seu ataque agressivo de backside, variando batidas e rasgadas executadas com muita pressão e velocidade. A nota da sua primeira onda foi 7,83.

Italo Ferreira bells beach surfe
Italo Ferreira preparando mais um ataque de backside nas direitas de Bells Beach (Crédito: @WSL / Ed Sloane)

Samuca respondeu na mesma altura, com grandes manobras e batidas verticais de frontside, que valeram 7,33. Ítalo depois fez um 5,17 e só surfou mais uma onda, mandando até um tail slide invertendo totalmente a direção da prancha, para somar 7,57 no seu placar de 15,40 pontos. Samuel tentou a vitória até o fim e vibrou bastante ao completar um aéreo na sua melhor onda, mas terminou com 15,13 pontos com a nota 7,80 recebida.

Quartas em Bells Beach

Com a vitória no primeiro duelo com o estreante na seleção brasileira, Ítalo Ferreira avançou para enfrentar Jack Robinson na disputa pela última vaga para as semifinais do Rip Curl Pro Bells Beach. Quem passar, pegará o vencedor da bateria de Miguel Pupo contra outro australiano, Callum Robson. Na chave de cima, que vai apontar o primeiro finalista, um confronto 100% australiano abre as quartas de final, entre Owen Wright e Ethan Ewing. Depois, tem a reedição da última final em Bells Beach em 2019, com o defensor do título, John John Florence, agora tentando tirar a liderança do ranking de Filipe Toledo.

Miguel Pupo bells beach surfe
Miguel Pupo entra na briga direta pelas primeiras posições no ranking (Crédito: @WSL / Aaron Hughes)

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Confrontos

1.a: Ethan Ewing (AUS) x Owen Wright (AUS)
2.a: Filipe Toledo (BRA) x John John Florence (HAV)
3.a: Miguel Pupo (BRA) x Callum Robson (AUS)
4.a: Ítalo Ferreira (BRA) x Jack Robinson (AUS)

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Surfe