Siga o OTD

Surfe

Tatiana Weston-Webb cai nas quartas de final da etapa do México

Dominando a bateria pelas oitavas de final desde o início, Tatiana Weston-Webb vence Sage Erickson e se garante entre as oito melhores no México. Quartas de final acontecem nesta quinta-feira (12)

Tatiana Weston-Webb
WSL

Após disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio, Tatiana Weston-Webb voltou para o Circuito Mundial de surfe na Etapa do México. Na manhã desta quinta-feira (12), a surfista do Brasil dominou a bateria pelas oitavas de final desde os primeiros minutos e se garantiu entre as oito melhores da etapa. A tarde, porém, a havaiana naturalizada brasileira não foi para para a australiana Stephanie Gilmore e acabou eliminada. Outra brasileira na disputa, Silvana Lima caiu para a medalhista de ouro no Japão Carissa Moore.

Bela vitória nas oitavas

Na disputa com Sage Erickson, dos Estados Unidos, Tatiana Weston-Webb começou com tudo. Conseguindo somar notas logo nos primeiros minutos, a brasileira fez 6.16 e tomou a liderança da bateria pelas oitavas de final. Atrás na disputa, a americana buscou uma onda e teve um problema. 

Sem respeitar a prioridade de onda na bateria, Sage acabou indo para a onda que estava com Tatiana Weston-Webb e, por conta da regulamento, acabou perdendo uma das notas que tinha e se complicou na disputa. 

Um pouco mais para a reta final da bateria, Tatiana Weston-Webb conseguiu outra série de manobras, tirou um 6.90 e confirmou a vitória e a vaga nas quartas de final do Open do México. 

Queda à tarde

Por volta das 18h30 (de Brasília), Tatianas Weston-Webb entrou na água para encarar Stephanie GIlmore. começou bem e com duas ondas, já somou 11.86. A primeira onda da brasileira veio quando faltavam 20 minutos na bateria. Um 5.53 a deixou mais perto da surfista da Austrália.

Gilmore respondeu imediatamente. Com mais uma boa onda, aumentou sua vantagem para 13.73. A brasileira não conseguiu impor o mesmo ritmo e não melhorou na pontuação. No fim, vitória da australiana por 15.50 contra 7.33.

Silvana Lima vai bem, mas é eliminada por Carissa Moore

Abrindo o dia dos brasileiros no Open do México, Silvana Lima teve como adversária a havaiana Carissa Moore, líder do ranking mundial. No começo da bateria, a brasileira foi melhor. Com duas ondas parecidas, Silvana chegou em 9.33 e assumiu a liderança da disputa. 

-De filho-problema da família de músicos à mente por trás das medalhas do boxe

Contudo, logo na sequência, Carissa também começou a somar notas e chegou em  5.83, se mantendo na briga pela vaga nas quartas de final da etapa do Circuito Mundial de surfe. Na sequência, com cerca de 30 minutos para o fim, Moore mostrou o porque é a líder do ranking mundial feminino. 

Silvana Lima Surfe Jogos Olímpicos
COB

Com uma série de manobras grandes e aproveitando toda onda, a havaiana tirou 9.50, a maior nota do Open do México até o momento, chegou em 13.00 e assumiu a ponta. Como resposta, Silvana Lima conseguiu um bom tubo e tirou 7.33, chegando a 12.33 e se colocando na briga pela vaga nas quartas de final. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Já na parte final da disputa, Carissa Moore melhorou sua somatória. Com mais uma série de manobras grandes, a havaiano tirou um 6.80 e colocou seu total em 16.37, deixando a representante do Brasil em situação bem complicada na disputa. Já nos minutos finais, Silvana conseguiu uma onda linda, tirou 8.00, mas não conseguiu a virada e acabou eliminada da etapa do México do Circuito Mundial de surfe. 

Mais em Surfe