Siga o OTD

Ítalo Ferreira circuito mundial de surfe wsl pipeline pipe masters Havaí Assista ao vivo: Mundial de surfe - World Surf League

Surfe

AO VIVO: Assista à decisão do surfe masculino e feminino em Pipeline

Gabriel Medina já está enfrentando John John Florence na final; siga ao vivo!

Ítalo levou o título mundial em 2019 ao vencer Medina no Pipe Masters (Kelly Cestari/WSL)

AO VIVO: Assista à decisão do surfe masculino e feminino em Pipeline

Assista ao vivo: Etapa de Pipeline do Mundial de surfe – World Surf League

Depois da temporada 2020 da World Surf League ter sido cancelada por conta da pandemia do novo coronavírus, o Mundial de Surfe 2021 terá sua largada no Havaí em dezembro e a temporada será disputada até setembro com uma etapa final, em Trestles, na Califórnia, que terá como participantes apenas os cinco melhores colocados no ranking.

Adriano de Souza, Alex Ribeiro, Caio Ibelli, Deivid Silva, Filipe Toledo, Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Jadson André, Miguel Pupo, Peterson Crisanto e Yago Dora serão os brasileiros a disputar o Tour masculino, enquanto Tatiana Weston-Webb representará o país no feminino.

Tatiana Weston-Webb - WSL _ ED SLOANE - classificada Tóquio 2020
Assista ao vivo: Mundial de surfe - World Surf League
Tatiana Weston-Webb é a única representante brasileira no feminino (WSL _ ED SLOANE)

Palco tradicional das decisões dos títulos do Mundial de surfe, o Havaí vai receber as etapas iniciais da World Surf League 2021. O circuito feminino será o primeiro a começar. Depois de dois dias de adiamento, a etapa de Maui deve ser disputada a partir deste domingo, dia 6 de dezembro. A janela da competição vai até o dia 15.

A primeira etapa masculina começará a disputa por Pipeline, local onde Ítalo Ferreira e Gabriel Medina duelaram pelo título mundial até a última onda com a vitória sendo conquistada pelo surfista do Rio Grande do Norte. A janela de competição vai do dia 8 a 20 de dezembro.

Em janeiro, a segunda etapa do Mundial de surfe feminino vai acontecer ao mesmo tempo que a do masculino. A disputa vai continuar no Havaí, mas desta vez em Oahu. A terceira etapa será em fevereiro, ainda nos Estados Unidos, mas na Califórnia em Santa Cruz.

A quarta etapa seria em Peniche, Portugal, mas foi adiada para o final da temporada em data que ainda não foi marcada. Por conta disso, depois das três primeiras disputas em território norte-americano, a World Surf League parte para a Austrália, que costumava abrir as temporadas.

SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Serão três etapas em praias australianas válidas tanto para o Mundial de surfe masculino quanto para o feminino: Bells Beach, Margaret River e Gold Coast.

Depois da Austrália, o Mundial de surfe segue para a Indonésia, mas a data da oitava etapa da competição ainda não foi definida. Depois disso, o circo que reúne os melhores surfistas do mundo viaja para o outro lado do planeta e desembarca no Brasil para a disputa da etapa de Saquarema entre os dias 11 e 20 de junho.

Depois do Brasil, o Mundial de surfe vai para a África do Sul enfrentar as ondas de J-Bay entre o fim de junho e o começo de julho. Em agosto, o rancho de Kelly Slater, em Leemore, na Califórnia, recebe a 11ª. etapa da temporada.

A última parada antes da etapa decisiva vai ser a desafiadora onda de Teahupo’o, no Taiti. Depois desta competição, os cinco melhores colocados tanto do ranking mundial de surfe masculino quanto do feminino se classificam para decidir o campeonato na final, que será disputada em um único dia, em Trestles, na Califórnia. A janela para esta disputa está marcada para os dias 23 de agosto e 2 de setembro.

Mais em Surfe