Siga o OTD

Basquete

Sete filmes, docs e livros sobre esportes paralímpicos

Iniciando a série de matérias especiais da semana paralímpica, o OTD Cultural indica hoje filmes, documentários e livros sobre o esporte paralímpico

Na próxima terça-feira (22), celebra-se o Dia Nacional do Atleta Paralímpico, data que visa homenagear, apoiar e divulgar todo o trabalho dos atletas paralímpicos, além de agir como uma ferramenta de inclusão das pessoas com deficiência.

E nós, que vivemos Olimpíada e Paralimpíada Todo Dia, não poderíamos deixar a data passar em branco.

Para isso, iniciamos nessa sexta-feira (18) uma série especial de matérias dedicadas ao esporte paralímpico brasileiro. De hoje até o final da semana que vem, abordaremos temas fundamentais como a importância da visibilidade ao tema, o legado após a Rio-2016, a necessidade de se enxergar os atletas de alto rendimento como atletas e não apenas como “heróis”, dentre muitos outros.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

E para começar, dedicamos o OTD Cultural de hoje ao esporte paralímpico. Nossa sessão semanal que desde o início da pandemia dá indicações de livros, documentários e filmes esportivos para você aproveitar nessa quarentena hoje deixará como sugestão sete filmes, livros e documentários sobre esportes paralímpicos.

Clique no vídeo acima e assista em primeira mão o programa!

OTD Cultural no Youtube 7 –Sete filmes, livros e documentários sobre esportes paralímpicos

  • Paratodos
  • Para-Heróis
  • Pódio Para Todos (Rising Phoenix)
  • Murderball – Paixão e Glória
  • Por Um Sentido Na Vida
  • 100 metros
  • Zion

PARATODOS

No OTD Cultural em vídeo dessa semana, listamos Sete filmes e documentários sobre esportes paralímpicos em homenagem ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico
Sete filmes, livros e documentários sobre esportes paralímpicos: Paratodos (divulgação)

O documentário esportivo de 2016 conta a rotina de oito renomados atletas paralímpicos brasileiros e discute a inclusão da pessoa portadora de deficiência na sociedade.

Dirigido por Marcelo Mesquita, mostra as inspiradoras histórias de Alan Fonteles, Daniel Dias, Fernando Fernandes, Teresinha Guilhermina, Susana SchnarndorfYohansson do NascimentoFernando Cowboy Rufino e Ricardinho e pode ser assistido no Amazon Prime.

+ Lista de filmes e docs esportivos no Amazon Prime

É um retrato perfeito de como o esporte pode mudar a vida das pessoas. Mostra também uma necessidade de se falar mais sobre inclusão social de pessoas com deficiência na nossa sociedade.  

Ao longo de Paratodos, o espectador se deparará com inúmeras frases de impacto, principalmente de Fernando Fernandes e do multicampeão Daniel Dias.

PARA-HERÓIS

Se você se interessar por Paratodos, pode ter como material extra e complementar o livro Para-Heróis, escrito pela jornalista Joanna de Assis. Primeira obra da jornalista do Sportv, Para-Heróis constrói o perfil de 10 dos maiores medalhistas paralímpicos do país.

Sete filmes, livros e documentários sobre esportes paralímpicos: Para-Heróis (divulgação)

Os selecionados por Joanna de Assis foram Alan Fonteles, Terezinha de Jesus, Clodoaldo Silva, Dirceu Pinto, Ádria Santos, Antônio Tenório, Daniel Dias, Jovane Guissone e Mizael Condado.

Mesmo que alguns atletas se repitam no documentário e no livro, vale a pena a leitura para compreender melhor a trajetória de vida dos protagonistas e se encantar com as boas histórias bem contadas de maneiras diferentes em ambos os casos.

PÓDIO PARA TODOS (RISING PHOENIX)

No OTD Cultural em vídeo dessa semana, listamos Sete filmes e documentários sobre esportes paralímpicos em homenagem ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico
Sete filmes, livros e documentários sobre esportes paralímpicos: Pódio Para Todos (divulgação)

Apesar do nome similar ao primeiro documentário citado aqui, Pódio Para Todos é uma produção internacional disponível na Netflix que estreou recentemente e vem agradando os espectadores.

Inicialmente, teria o lançamento coincidido com a estreia dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, adiados por conta do coronavírus.

Em Pódio Para Todos (Rising Phoenix, em inglês), atletas de elite, dirigentes e ativistas refletem sobre os Jogos Paralímpicos e o seu impacto global na forma como vemos a deficiência, diversidade e excelência.

Alguns críticos disseram que o filme força um pouco a barra nas metáforas apresentadas ao longo do documentário. Ainda assim, é interessante para se conhecer um pouco mais sobre a história das Paralimpíadas, desde o seu início, após a segunda guerra mundial.

MURDERBALLPAIXÃO E GLÓRIA

No OTD Cultural em vídeo dessa semana, listamos Sete filmes e documentários sobre esportes paralímpicos em homenagem ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico
Sete filmes, livros e documentários sobre esportes paralímpicos: Murderball (divulgação)

Nominado ao Oscar de melhor documentário em 2005, Murderball conta a rivalidade entre os times dos Estados Unidos e do Canadá no rúgbi de cadeira de rodas, que culminou em uma partida semifinal épica nos Jogos Paralímpicos de Atenas-2004.

Dirigido por Henry Alex Rubin e Dana Adam Shapiro, o documentário é bastante inspirador. Ainda assim, não há espaço para lágrimas pelas histórias trágicas dos jogadores em cadeira de rodas. Isso porque os protagonistas Mostram uma enorme vontade de viver e se entregam de corpo e alma ao esporte.

Os jogos entre Canadá e Estados Unidos são tão intensos que às vezes dá ao telespectador a impressão de estar assistindo a um filme de gladiadores batalhando no Coliseu.

POR UM SENTIDO NA VIDA

A americana Amy Purdy conta nesta bibliografia sua trajetória de vida.

Aos 19 anos, ela teve que amputar as pernas abaixo dos joelhos devido a uma meningite bacteriana. Amy decidiu dedicar a vida ao esporte e se tornou atleta do snowboard adaptado.

Purdy possui no currículo uma medalha de bronze nos Jogos Paralímpicos de inverno de Sochi 2014, além de ser tricampeã da Copa do Mundo. Ela também é modelo e dançarina, participou do programa “Dancing with stars”, nos Estados Unidos, e da abertura dos Jogos Paralímpicos Rio-2016.

Dia Nacional do Atleta Paralímpico: Por Um Sentido na Vida (divulgação)

100 METROS

Completar os 3.8 km de natação em águas abertas, 140 km do ciclismo e os 42.2 km de corrida do Ironman é uma tarefa para pouquíssimos. Fazer isso sendo portador de Esclerose Múltipla então, chega a beirar a loucura e o limite do possível.

Mas foi isso que o espanhol Ramón Arroyo fez. Publicitário sedentário, Arroyo foi diagnosticado com a doença aos 35 anos de idade. Abalado, foi procurar tratamento, e foi desencorajado por um outro paciente portador da doença: “em pouco tempo você não conseguirá caminhar nem 100 metros”. Ele não poderia estar mais errado.

No OTD Cultural em vídeo dessa semana, listamos Sete filmes e documentários sobre esportes paralímpicos em homenagem ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico
filmes e documentários sobre esportes paralímpicos: 100 Metros (divulgação)

O filme mostra a trajetória de superação de Ramón Arroyo até a conclusão da prova do Ironman, a mais famosa e desafiadora prova de triatlo do mundo. Além da inspiradora história, a produção espanhola mostra a construção da relação do protagonista com seu sogro, de quem nunca foi muito amigo.

Disponível no Netflix, é uma boa chance de ver um bom filme em outra língua que não seja inglês e português.

ZION

No OTD Cultural dessa semana, listamos Sete filmes, livros e documentários sobre esportes paralímpicos em homenagem ao Dia Nacional do Atleta Paralímpico
filmes e documentários sobre esportes paralímpicos: Zion (divulgação)

Para fechar, o documentário mais curto de todos os citados, mas que apesar da pouca duração, encanta do mesmo jeito e prende a atenção do espectador durante seus pouco mais de dez minutos.

A obra disponível no Netflix conta a história de Zion Clark, americano que nasceu com síndrome de regressão caudal, malformação rara que cursa com defeitos na região caudal que podem se apresentar em graus variados de malformação. Mais do que isso, foi abandonado pela mãe e entregue a adoção imediatamente, o que deixou o garoto passar por más situações em muitos dos orfanatos em que viveu.

+ Filmes e documentários esportivos disponível no Netflix

Zion encontra a saída para seus problemas no wrestling. Junto a mãe adotiva e ao seu treinador, considerado como um pai, o jovem começa a se dar bem na modalidade e vira um dos melhores atletas de sua escola, além de começar a se integrar socialmente com os colegas.

Mesmo não tendo a parte inferior do corpo, Zion começa a vencer os rivais e chega a uma impressionante final distrital, algo difícil de se conseguir no competitivo mundo esportivo dos Estados Unidos.

As imagens são impressionantes e muito bem feitas. Em diversos momentos o espectador fica sem acreditar que aquilo possa ser verdade.

Mais em Basquete