Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Brasil conquista duas vagas em Tóquio no Mundial de Remo

País garantiu presença sem Tóquio no ano que vem no Double Skiff Misto PR2 e também no Single Skiff Masculino PR1 (PR1 M1x)

Renê Pereira no Mundial de Remo da Áustria
Rene Pereira conquistou vaga no Single Skiff Masculino PR1 (FISA Igor Meijer/arquivo)

O Brasil conquistou duas vagas para Tóquio 2020 no Campeonato Mundial de Remo e Remo Paralímpico 2019. O time também volta da Áustria com uma medalha de bronze na bagagem de Emanuel Borges e Vangelys Reinke no Dois Sem Masculino Peso Leve (LM2-).

As vagas do remo paralímpico nos Jogos do ano que vem foram para o Double Skiff Misto PR2 (PR2 Mix2x), conquistada por Josiane Lima e Michel Pessanha, e para o Single Skiff Masculino PR1 (PR1 M1x), com Renê Pereira.

O Mundial de Remo e Remo Paralímpico 2019 foi disputado em Linz, na Áustria, entre os dias 25 de agosto e 1º de setembro.

O primeiro barco brasileiro classificado para os Jogos Paralímpicos foi o Double Skiff Misto PR2 (PR2 Mix2x). Josiane e Michel iniciaram no Mundial com a 2ª posição na bateria Eliminatória, classificando-se para a Semifinal A/B, onde conquistou novamente a 2ª posição. Com este resultado, os atletas disputaram a Final A, encerrando sua participação com o 5º lugar e garantindo a vaga em Tóquio. Os oito países melhores colocados no ranking da categoria conquistavam a vaga. Josiane rema atualmente pelo Aldo Luz (SC) e Michel pelo Flamengo (RJ).

Já Renê Pereira, no Single Skiff Masculino PR1 (PR1 M1x), passou pela bateria Eliminatória com a 1ª posição, 20 segundos a frente do segundo colocado, e se classificou para a Semifinal A/B. Com a 2ª posição na Semifinal, Renê disputou a Final A, encerrando sua participação com o 5º lugar do domingo (1º) e garantindo a vaga em Tóquio. Os sete melhores colocados do ranking da categoria conquistavam a vaga. O remador do São Salvador (BA) havia conquistado neste ano a medalha de prata da categoria na 3ª Etapa da Copa do Mundo de Remo, em julho.

Bronze de Vangelys e Emanuel

Vangelys Reinke e Emanuel Borges, do Flamengo (RJ), conquistaram o bronze no Dois Sem Masculino Peso Leve (LM2-), prova que não faz parte do programa olímpico, na sexta (30). A dupla iniciou no Mundial com a 2ª posição na Eliminatória e foi para a Repescagem, onde conquistou a 1ª posição e se classificou para a Final A.

Na disputa final, os remadores brasileiros fizeram uma ótima prova, brigando pelo pódio com Rússia e República Tcheca durante a primeira parte e garantindo a medalha de bronze após os 1500m.

Em entrevista para o site da World Rowing após a prova, Emanuel comemorou a conquista da medalha: “Foi uma ótima prova, os italianos estavam muito rápidos. Nós disputamos bastante com a Rússia perto dos 1000m, mas estamos muito felizes com o resultado.” A primeira medalha do Brasil na categoria no Mundial Sênior foi em 2017 com a dupla Willian Giaretton e Xavier Vela Maggi, que também conquistou o bronze.

No Quatro Com Misto PR4, a equipe formada por Angel Santos, Diana Barcelos, Erik Lima, Jairo Klug e Jucelino Silva fez sua estreia no Mundial. O barco iniciou com a 4ª posição na bateria Eliminatória e foi para a Repescagem, onde conquistou a 1ª posição. Classificada para a Semifinal A/B, a equipe brasileira fez uma ótima prova, mantendo-se na segunda e terceira posições até os 1500m. Porém, nos segundos finais, foi ultrapassada pelo barco de Israel, ficando em 4º lugar por apenas 1.4s de diferença.

Com este resultado, a equipe disputou a Final B da categoria e encerrou sua participação com a 3ª posição. Na prova final, o Brasil cruzou a linha de chegada quase empatado com o barco da Ucrânia, apenas 0.39s de diferença, mas somente o primeiro e segundo colocados da Final B garantiam a vaga em Tóquio. A equipe terá uma nova chance de classificar o barco na Regata Final de Qualificação Paralímpica, em maio do próximo ano. As atletas Angel e Diana remam pelo Flamengo (RJ), Jucelino pelo Guanabara (RJ), Erik pelo Cabanga (PE) e Jairo pelo Pinheiros (SP).

No Single Skiff Masculino Peso Leve (LM1x), o Brasil foi representado por Uncas Tales Batista, atleta do Botafogo (RJ) e bicampeão da categoria no Mundial Sub 23. O remador iniciou com o 5º lugar na bateria Eliminatória e foi para a Repescagem, onde conquistou a 2ª posição e classificou-se para as Quartas de Final. Com o 5º lugar nas Quartas de Final, Uncas seguiu para a Semifinal C/D. O brasileiro cruzou a linha de 1500m na 5ª posição, mas conseguiu recuperar velocidade e ultrapassou os concorrentes até o 1º lugar, classificando-se para a Final C. Na prova final, Uncas terminou em terceiro, 15º lugar geral da categoria.

Os irmãos Xavier Vela Maggi e Pau Vela Maggi, do Flamengo (RJ), representaram o Brasil no Dois Sem Masculino (M2-). A dupla iniciou com o 5º lugar na prova Eliminatória e foi para a Repescagem, onde conquistou a 1ª posição. Classificados para as Quartas de Final, Xavier e Pau ficaram com o 5º lugar e seguiram para a Semifinal C/D. Em uma das provas mais acirradas do Mundial, três barcos cruzaram a linha de chegada empatados e o resultado precisou ser definido pelo Photo Finish. O barco brasileiro ficou atrás de Holanda e Polônia por apenas 0.53s. Com este resultado, a dupla seguiu para a Final D, encerrando sua participação com a 2ª posição, 20º lugar no ranking geral da categoria.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Paralimpíada Todo Dia