Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Brasil leva dois ouros com sabores diferentes no goalball

Brasil vence os Estados Unidos na final tanto no feminino quanto no masculino e conquista duas medalhas de ouro no goalball dos Jogos Parapan-americanos

tabela do goalball masculino nos jogos paralímpicos de tóquio 2020

Foram duas vitórias contra os Estados Unidos, duas medalhas de ouro conquistadas, mas cada uma teve um sabor diferente. No feminino, o Brasil precisou se superar. As meninas perdiam por 3 a 1, reagiram, conseguiram empatar a 14 segundos do final do tempo normal e garantiram o título na prorrogação por 4 a 3. Já no masculino, Leomon Moreno mostrou porque é um dos melhores do mundo, liderou a equipe, que venceu com tranquilidade por 11 a 7.

No feminino, Brasil e Estados Unidos se encontraram pela segunda vez nos Jogos Parapan-americanos. Na primeira fase, as americanas venceram por 4 a 2 e abriram o placar logo de cara com um gol marcado por Eliana Mason. O Brasil chegou a empatar com Ana Carolina Custódio, mas o adversário conseguiu fazer mais um e terminar o primeiro tempo com 2 a 1 no placar.

Na segunda etapa, os Estados Unidos marcaram mais um e abriram 3 a 1. A situação era difícil. Victoria Nascimento diminuiu para a equipe brasileira logo depois do terceiro gol americano. Quando faltavam 18 segundos, Jéssica Vitorino entrou no jogo e, quatro segundos depois, empatou a partida, salvando o Brasil da derrota.

“Foi uma situação de jogo. O professor confiou no meu trabalho e me colocou lá na hora e saiu o gol. “Foi emocionante, mas tive que manter a concentração porque já tinha uma bola para defender em seguida. Então tive que segurar a emoção”, contou a autora do gol de empate. “Foi a ousadia, né? A gente muitas vezes tem que sair do barco para conseguir alguma coisa e conseguir algo diferente. E foi naquele momento que a Jessiquinha entrou e fez a diferença”, comemorou Ana Carolina Custódio, que, na prorrogação, teve a honra de marcar o gol do título brasileiro.

“Foi muito emocionante. Te confesso que a hora que a bola entrou, todo mundo gritou. Eu não sabia o que tinha acontecido, eu só ajoelhei e agradeci a Deus. Não sabia se tinha sido uma penalidade ou se tinha sido gol. Eu só sei que ajoelhei para agradecer e foi só na hora que todo mundo entrou gritando e o professor me abraçou que eu percebi que tinha acabado”, conta a jogadora. “O diferencial da gente foi a paciência, a união, a força que passávamos uma para a outra e acreditar que colocar todo nosso trabalho, tudo o que a gente abdicou pelo esporte, em prática na quadra por muita gente que a gente deixou de estar perto hoje para estar aqui”, afirmou a jogadora.

No masculino, o Brasil dominou o confronto desde o primeiro minuto. Liderado pelo craque Leomon, a equipe fechou o primeiro tempo vencendo por 8 a 3. No segundo tempo, a Seleção Brasileira chegou rapidamente ao placar de 11 a 4. Aí, se acomodou. Os americanos foram reagindo, marcaram cinco gols seguidos e enconstaram em 11 a 9. A equipe só voltou a respirar com mais um gol de Leomon, quando faltavam pouco mais de 30 segundos.

“O jogo contra os Estados Unidos é sempre pegado porque são os dois países que são pau a pau no goalball da América. Normalmente é um jogo muito disputado até a última bola. Quando a gente viu eles encostando, decidimos segurar na defesa e esperar eles errarem. Então, foi o que a gente fez: seguramos na defesa e encaixamos os gols em profundidade. Sofremos algums gols ali, a bola molhou, o que fez ela ficar mais rápida, mas graças a Deus a gente solucionou a nossa defesa e conseguimos anulá-los para que eles não pudessem ultrapassar a gente no placar”, explicou Josemárcio Sousa, autor de três gols no jogo.

Mas o destaque da partida que deu a medalha de ouro no goalball masculino para o Brasil, com uma vitória de 12 a 9 sobre os Estados Unidos foi Leomon, autor de nove gols na partida.

BRASIL X ESTADOS UNIDOS – FINAL DO GOALBALL – JOGOS PARAPAN-AMERICANOS

 

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Fundador e diretor de conteúdo do Olimpíada Todo Dia

Mais em Paralimpíada Todo Dia