Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Mariana D’Andrea é vice-campeã mundial de halterofilismo

Medalhista ouro em Tóquio, Mariana D’Andrea se sagra vice-campeã mundial de halterofilismo na Geórgia

Mariana D'Andrea, Lili Xu e Kafila Almaruf exibem suas medalhas no pódio do Mundial de halterofilismo, em Tbilisi, na Geórgia
(Reprodução/ YouTube IPC)

A campeã paralímpica Mariana D’Andrea (categoria até 73kg), 23, foi vice-campeã no Mundial de halterofilismo na madrugada desta quinta-feira (2), em Tbilisi, na Geórgia. A brasileira levantou 135 kg e foi superada pela chinesa Lili Xu, que suportou 138 kg e conquistou a competição. O terceiro lugar ficou com a nigeriana Kafila Almaruf (130 kg).

O resultado do Mundial de Tbilisi foi oposto dos Jogos Paralímpicos de Tóquio. No megaevento realizado no Japão, Mariana D’Andrea conquistou a medalha de ouro ao levantar 137 kg, enquanto Lili Xu ficou com a prata (132 kg). 

+ Grand Prix de judô paralímpico terá cinco que foram a Tóquio

Nesta quinta, na Geórgia, a brasileira liderou a competição até a última tentativa. Nas duas primeiras, Mariana D’Andrea suportou 133 kg e 135 kg. Ao tentar levantar 138 kg, a paulista de Itu teve o seu movimento invalidado. Já a chinesa teve todas as tentativas validadas (128 kg, 132 kg e 138 kg).  

Outros brasileiros

O Mundial de halterofilismo começou no último sábado, 27, na categoria júnior. O Brasil conquistou três medalhas na ocasião: ouro para Lara Lima (categoria até 41kg), além das medalhas de bronze para Lucas Galvão (até 49kg) e Tayná Alcântara (até 45kg). Ao todo, sete halterofilistas representaram o Brasil nas disputas entre os juniores. 

Gabriel Serafim (até 49 kg) – 11º lugar;
Murilo Major (até 54 kg) – 4º lugar;
Clayton Costa (até 59 kg) – 4º lugar;
Valéria Alves (até  86 kg) – única atleta em sua prova, ela não recebeu a medalha por não ter batido o MQS (marca mínima estabelecida pelo Comitê Paralímpico Internacional).

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMFACEBOOK E TIKTOK

Mundial Sênior 

No domingo, 28, começaram as provas da categoria Sênior. Confira os resultados dos atletas brasileiros até aqui:

Masculino

Lucas Galvão (até 49 kg) – 12º lugar;
João Júnior (até 54 kg) – 6º lugar;
Bruno Carra (até 59 kg) – 9º lugar;
Luciano Dantas (até 65 kg) – 18º lugar. 

Feminino

Lara Lima (até 41 kg) – 7º lugar;
Maria Santos (até 50 kg) – 12º lugar; 
Ângela Teixeira (até 67 kg) – 16º lugar;
Mariana D’Andrea (até 73 kg) – 2º lugar.

O Brasil ainda será representado por outros halterofilistas no Mundial, entre eles, Márcia Menezes (mais de 86 kg), bronze no Mundial de Dubai 2014, e Evânio Rodrigues (até 88 kg), medalha de prata nos Jogos Paralímpicos Rio 2016. A prova de Márcia está prevista para ser iniciada às 2h30 deste sábado, 4.  Evânio competirá no mesmo dia, às 5h50. 

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Paralimpíada Todo Dia