Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Brasil segue sem medalhas após o quarto dia do Mundial sênior

Luciano Dantas, o Montanha, ficou apenas em 18º lugar, enquanto Ângela Maria terminou em 16º neste dia do Mundial

Luciano Dantas e Ângela Faria ficam longe do pódio no Mundial de halterofilismo - Brasil
(Twitter/cpboficial)

No terceiro dia do Campeonato Mundial de halterofilismo em Tbilisi, na Geórgia, o Brasil foi representado por dois atletas. Nesta quarta-feira (1), Luciano Dantas, na categoria até 65kg, terminou na 18ª posição, enquanto Ângela Faria ficou em 16º na categoria até 67kg. Desta forma, o Brasil segue sem medalhas na disputa sênior e três na júnior.

Luciano Dantas, o Montanha, começou com 151kg e não conseguiu melhorar a marca. Tentou levantar 155kg na sequência e não obteve sucesso, assim como na terceira tentativa, quando falhou em levantar 157kg. Assim, ele ficou com os 151kg e terminou com a 18ª posição.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMFACEBOOK E TIKTOK

Já Ângela Faria teve desempenho semelhante. Ela iniciou sua campanha levantando 95kg, que acabou sendo sua melhor marca. Isso porque, depois, a brasileira fez duas tentativas de levantar 101kg e não conseguiu sucesso em nenhuma delas, ficando em 16º lugar.

Assim, o Brasil segue sem subir ao pódio nesta edição do torneio sênior. O melhor resultado foi o de João França Júnior, que terminou em sexto lugar. Logo atrás vem Lara Lima, que terminou em sétimo, além de ter conquistado medalha de ouro na categoria júnior do Mundial.

Por fim, o Mundial de halterofilismo vai até o próximo domingo, dia 5 de dezembro. A seleção brasileira é composta por 17 atletas na categoria Sênior, e todos os sete que representaram o Brasil em Tóquio também estão em Tbilisi. O principal destaque é Mariana D’Andrea, que foi medalha de ouro na Paralimpíada e compete na próxima quinta-feira (2).

Mais em Paralimpíada Todo Dia

viagra