Siga o OTD

Jogos Olímpicos de Inverno

OTD Cultural – Dicas de filmes esportivos para ver no inverno

Na primeira edição do OTD Cultural em vídeo, demos dicas de filmes Dicas de filmes esportivos para ver no inverno + livro bônus para se aproveitar nesse fim de semana de frio. Assista o vídeo!

A pandemia do novo coronavírus mudou drasticamente as nossas rotinas. Para evitar a propagação do vírus e ajudar no isolamento social, criamos, em março, o OTD Cultural, com indicações de livros, documentários e filmes esportivos para você aproveitar nessa quarentena.

Nessa nova fase do nosso canal do youtube, viramos uma revista digital e resolvemos transformar as mais de 50 indicações já dadas em vídeo.

A data de lançamento não é qualquer uma: faltam 40 finais de semana para o início dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Até lá, tentaremos preencher os seus finais de semana com boas indicações de livros, documentários e filmes esportivos. Aproveitem, deixem o like e ativem o sininho!

OTD Cultural no Youtube 1 – Indicações para esse frio

Para essa primeira edição, aproveitamos o frio que fará nesse final de semana em boa parte do Brasil para dar dicas de filmes esportivos para ver no inverno, com um livro de bônus.

Tem um clássico da sessão da tarde que inspirou o Edson Bindilatti no bobsled, uma história que é bem clichê de filme americano, mas realmente aconteceu, um ataque bizarro de ataque nos Jogos de Inverno, Disney Pé Fria pra burro e o único brasileiro a correr nos polos norte e sul.

As quatro indicações são:

  • Jamaica Abaixo de Zero
  • Eu, Tonya
  • Milagre no Gelo
  • Super Patos
  • Extremos (livro)

Abaixo, a resenha das cinco indicações

JAMAICA ABAIXO DE ZERO

O primeiro filme do OTD Cultural é provavelmente um dos primeiros filmes esportivos relacionados aos Jogos Olímpicos de Inverno que vem à cabeça, ao menos de quem cresceu vendo a Sessão da Tarde nos anos 1990 (incluindo este repórter que vos escreve) e falando “eins ,zwei, drei!” (“um, dois, três!”, em alemão) assim que qualquer trenó inicia sua descida em uma prova.

Na nova fase do OTD Cultural em vídeo, aproveitamos o clima frio do final de semana para dar dicas de filmes esportivos para ver no inverno + livro bônus
OTD Cultural: Dicas de filmes esportivos para ver no inverno + livro bônus: Jamaica Abaixo de Zero

Baseado em uma história parcialmente real, o filme de 1993 mostra que só o fato de estar presente nos Jogos Olímpicos e poder competir é mais importante do que a vitória em si.

Jamaica Abaixo de Zero conta a história de Enrico “Irving” Blitzer (John Candy), atleta do bobsleigh que caiu em desgraça após colocar pesos extras no seu trenó na disputa dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sapporo-1972 e se mudou para a Jamaica. Anos depois, Derice Bannock (Leon), um jamaicano filho de um antigo amigo de Irvin e velocista do atletismo, não consegue classificação para a prova de 100 metros rasos dos Jogos Olímpicos de Verão de Seul-1988 por conta de um acidente. Obcecado em chegar aos Jogos, monta uma improvável equipe de bobsleigh de um país sem tradição algum no esporte que sobre a supervisão de Blitzer, consegue a classificação para a Olimpíada de Inverno de Calgary-1988, no Canadá.

A história do treinador é fantasiosa, mas a classificação jamaicana para os Jogos Olímpicos de Inverno de 1988 de fato aconteceu. O quarteto formado por Dudley Stokes, Devon Harris, Michael White e Freddy Powe acabou não terminando a descida na pista de Calgary. A equipe jamaicana conseguiu classificação para mais três edições dos Jogos, em 1992, 1998 e 1994, quando terminaram na 14ª colocação em Lillehammer, na Noruega, a melhor da história até hoje.

FILMES ESPORTIVOS – EU, TONYA

O filme esportivo de 2017 dirigido por Craig Gillespie conta a história da patinadora artística Tonya Harding, famosa por atacar sua rival Nancy Kerrigan nos Jogos Olímpicos de Inverno de Lillehammer-1994, na Noruega.

Dicas de filmes esportivos para ver no inverno + livro esportivo bônus: Eu, Tonya

A patinadora interpretada por Margot Robbie cresceu se destacando no esporte, mesmo aturando os maus-tratos e humilhações por parte da agressiva mãe (Allison Janney). Entre altos e baixos na carreira e idas e vindas num relacionamento abusivo com Jeff Gillooly (Sebastian Stan), a atleta acaba envolvida num plano durante a preparação para os Jogos Olímpicos de Inverno de 1994.

Exibido em forma de documentário tragicômico, Eu Tonya retrata bem a mais famosa história dos Jogos Olímpicos de 1994 e proporciona ao espectador grandes atuações, principalmente de Allison Janney, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante de 2017. Margot Robbie foi indicada como melhor atriz, mas não venceu.

FILMES ESPORTIVOS – DESAFIO NO GELO

Jamaica Abaixo de Zero
Dicas de filmes esportivos para ver no inverno + livro esportivo bônus: Desafio no Gelo

Filme esportivo de 2004, dirigido por Gavin O’Connor e produzido pelos estúdios Disney. Ele conta a história de uma das maiores zebras ocorridas nos esportes coletivos dos Jogos Olímpicos de inverno e de verão.

Desafio no Gelo é um filme sobre o ex-atleta de hóquei no gelo Herb Brooks (Kurt Russell). Cortado da equipe americana dos Jogos Olímpicos de Squaw-Valley-1960, que venceu a medalha de ouro, ele nunca desistiu do sonho de ser campeão olímpico. Quase 20 anos depois, já como treinador, Herb recebe um convite para treinar a equipe americana de hóquei nos Jogos de Lake Placid-1980.

O técnico seleciona 26 jovens atletas para realizar um objetivo praticamente impossível: derrotar a equipe da União Soviética. Na época, tetracampeã olímpica e considerada imbatível.

Exibido em forma de documentário tragicômico, Eu Tonya retrata bem a mais famosa história dos Jogos Olímpicos de 1994 e proporciona ao espectador grandes atuações, principalmente de Allison Janney, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante de 2017. Margot Robbie foi indicada como melhor atriz, mas não venceu.

OS SUPER PATOS

Os Super Patos é uma trilogia de filmes esportivos da Disney que marcou gerações nos anos 1990. Você poderá, portanto, entreter os pequenos por mais tempo nesse final de semana.

O primeiro filme, lançado em 1992, é centrado em Gordon Bombay, um ex-jogador de hóquei que se envolve em um acidente de carro e é sentenciado a prestar serviços comunitários como treinador de hóquei em um distrito carente. Sob os cuidados de Bombay, o fracassado time acaba se tronando um time de campeões.

Com táticas como o “V Voador” e treinamento com ovos no gelo, o filme foi um hit da época. O sucesso do primeiro filme foi tão grande que levou a Disney a produzir mais dois, um em 1994 e outro em 1996. Para promover o lançamento do terceiro filme, os estúdios animados mais famosos do mundo decidiram criar uma série em desenho animado.

A Disney foi além após o sucesso do primeiro filme. Em 1993, fundou uma equipe de hóquei em Anaheim, na Califórnia. Os Mighty Ducks of Anaheim. O time foi aprovado pela NHL e começou a disputar a liga, mas nunca figurou entre os melhores. A empresa vendeu a franquia em 2005 e por uma ironia do destino, os Mighty Ducks – agora chamados apenas de Anaheim Ducks – acabaram sendo campeões um ano depois.

LIVROS ESPORTIVOS – EXTREMOS

No bônus do OTD Cultural dessa semana, um livro esportivo sobre corrida na neve. Não com patins ou esquis, mas sim com tênis e meia.

Extremos” conta a história de Marcelo Alves, o primeiro brasileiro a correr nos dois polos do mundo.

Marcelo Alves é um ex-sedentário que começou na corrida de rua para praticar exercícios físicos e acabou se apaixonando pelo universo esportivo. Ao descobrir a prova na Antártica, decidiu encarar o desafio e se preparou durante um ano.

livros esportivos livro esportivo Jamaica Abaixo de Zero OTD CUltural
Dicas de filmes esportivos para ver no inverno + livro esportivo bônus

A história do livro esportivo conta justamente todo o período preparatório de Marcelo, bem como os desafios encontrados durante os 42.2 km, o frio, a solidão e a realização que sentiu ao cruzar a linha de chegada. A emoção foi tanta que um ano depois, o maratonista decidiu correr uma prova no Polo Norte. As diferenças e experiências dos extremos do mundo são listadas na obra.

Marcelo não encarou, entretanto, os 100 km na Antártica. A ultramaratona é uma das mais complicadas do planeta e procurada por poucos “malucos”. Um deles, inclusive é brasileiro. Bernardo Fonseca praticou a prova em 2010 e ainda por cima sagrou-se campeão.

Mais em Jogos Olímpicos de Inverno