Siga o OTD

Os Olímpicos

Mais dois ouros para a Noruega no Mundial de Esqui Nórdico

Mais dois ouros para a Noruega no Mundial de Esqui Nórdico

Mais quatro finais neste domingo em Obertsdorf, na Alemanha, no Mundial de Esqui Nórdico, corando mais um pouco a Noruega, com dois ouros.

O domingo começou com as provas de sprint por equipes, onde uma dupla se alterna em uma prova de sprint de pouco mais de 1km, cada um percorrendo a distância três vezes. A dupla da Noruega confirmou o total favoritismo e venceu no masculino com Johannes Hoesflot Klaebo, ouro no individual, e Erik Valnes, prata no individual. Na final fizeram 15:01.74, colocando 1,68 de vantagem sobre a dupla da Finlândia e 2.09 sobre a dupla russa. Pela primeira vez a história, o Brasil disputou a prova: Manex Silva e Victor Santos ficaram em 17º na semifinal A entre 19 duplas e 32º no geral entre 37 países.

Já no feminino, o ouro ficou com a Suécia, que contou com Jonna Sundling, campeã no individual na quinta-feira, e Maja Dahlqvist. Elas completaram a prova em 16:27.94, apenas 0.95 a frente da dupla da Suíça. Na disputa pelo bronze, a Eslovênia ficou a frente da dupla da Rússia. As favoritas norueguesas não estavam num grande dia e acabaram apenas em 6º lugar. O Brasil também participou nas semifinais com Jaqueline Mourão e Bruna Moura, que ficaram em 12º na semifinal A entre 14 duplas e 25º no geral entre 28 países.

A Noruega levou mais um ouro neste Mundial (o 6º até agora) ao vencer com facilidade a prova por equipes do combinado nórdico. Nos saltos, a Áustria foi a melhor com 527,8 pontos, largando no revezamento 4x5km na frente, cm vantagem de 25s sobre a Alemanha, 30s sobre o Japão e 35s sobre a Noruega. Mas já na metade do revezamento a equipe da Noruega estava na frente e abrindo vantagem tranquila de mais de 30 segundos. Os dois atletas finais apenas seguraram a vantagem e a Noruega venceu com 43:57.7, mais de 40s sobre a Alemanha, prata, e Áustria, bronze. Jarl Magnus Riiber, que fechou pra Noruega, conquistou seu 5º título mundial com apenas 23 anos.

Alemanha vence a prova mista por equipes de saltos Normal Hill

Para fechar o dia, a prova por equipes mistas nos saltos normal hill. Esta prova fará sua estreia olímpica em Pequim-2022, dando uma segunda oportunidade de medalha para as mulheres. Com uma regularidade impressionante, a equipe da Alemanha venceu em casa o 1º ouro deste Mundial ao somar 1000,8 pontos, com a Noruega muito perto, prata com 995,6 e a Áustria foi bronze com 986,5. Destaque para os dois últimos saltos da prova, o do norueguês Halvor Egner Granerud de 137,3 pontos que colocou enorme pressão no alemão Karl Geiger, que fechou com 134,9 pontos e o ouro por apenas 5,2 pontos de diferença.

Mais em Os Olímpicos