Siga o OTD

Os Olímpicos

Portugal vence a 3ª e Egito perde a primeira em casa no Mundial

Portugal vence a 3ª e Egito perde a primeira em casa no Mundial

Sem surpresas no primeiro dia da terceira rodada da primeira fase, que definiu metade dos classificados para o Main Round.

Grupo E

França e Suíça abriram as disputas do grupo. O primeiro gol do jogo foi do suíço Andy Schmid, que chegou a 900 gols na carreira pela seleção suíça. Schmid fazia uma ótima partida e a Suíça chegou a abrir 9-7, mas a favorita França marcou 4 gols em 4 minutos para virar 11-9. Schmid marcou sete apenas no 1º tempo e o jogo foi pro intervalo empatado em 14-14. No segundo tempo, muitos erros em ambos os lados e as equipes se alternavam na frente do placar. A França abriu 25-23 nos instantes finais e a Suíça só conseguiu marcar mais um para perder por 25-24. Schmid foi o artilheiro do jogo com 10 gols e a França encerra a 1ª fase invicta com 3 vitorias.

No jogo seguinte, a Noruega confirmou o favoritismo derrotando a Áustria, que deve novamente ser a pior equipe europeia no Mundial, repetindo o feito de 2019. Foi um 1º tempo animado, com 37 gols e vantagem norueguesa de 20-17. Liderados por Sander Sagosen, que marcou 9 vezes, a Noruega ampliou e venceu por 38-29, com três jogadores marcando pelo menos 7 gols. A eliminada Áustria deve ser a única equipe europeia fora do Main Round. Sagosen chegou a 30 gols no torneio em 3 jogos.

Grupo F

Após 18 anos sem participar de Mundiais, Portugal voltou com tudo e venceu sua terceira partida, agora sobre a Argélia. A equipe africana começou melhor, mas logo a equipe portuguesa tomou conta do jogo e terminou o 1º tempo na frente com 14-9. 11 jogadores marcaram na vitória de 26-19, que também viu uma boa atuação dos goleiros, que defenderam 37% dos ataques argelinos.

Na partida seguinte, a Islândia venceu e eliminou o Marrocos. O ataque islandês foi impiedoso no começo do jogo, convertendo 92% das bolas após 20min de partida, chegando a 11-7 e fecharam o 1º tempo com 15-10. Marrocos ameaçou uma reação quando marcou três gols seguidos, mas nem de longe foi suficiente para tirar a vitória de 31-23 dos islandeses.

Grupo G

Macedônia do Norte e Chile fizeram o jogo que valia a última vaga do grupo, ambos vindo de duas derrotas. Após ficar um pouco apagado nos dois jogos anteriores, Kiril Lazarov fez a diferença na partida marcando 8 gols na vitória da Macedônia do Norte por 32-29. O jogo foi parelho até a metade do 2º tempo, quando os europeus marcaram três seguidos e abriram para 27-23, segurando a vantagem até o fim, apesar dos esforços do ataque chileno, com 3 jogadores marcando 7 gols.

Suécia e Egito se enfrentaram pela liderança do grupo e pontos importantes para a próxima fase. Os donos da casa começaram melhor fazendo 12-9 no 1º tempo com 5 gols de Mohamed Sanad. A Suécia contou com a força de Linus Persson e Hampus Wanne para empatar em 16-16. Os gols foram alternando até o 23-23. Com 1 minuto e meio pro fim, Persson marcou e a Suécia conseguiu segurar o ataque egípcio, que tentou uma bola no último segundo, salva pelo goleiro. A Suécia passou em 1º no grupo e passou pro Grupo 4 do Main Round com a melhor campanha.

Grupo H

Em jogo que não valeria nada, já que a Coreia do Sul já estava eliminada, a Rússia venceu por 30-26. Colocou praticamente todos os seus jogadores para jogar e 12 deles marcaram. Destaque pro goleiro russo Stanislav Tretynko, com 17 defesas e 50% de aproveitamento.

Já a partida seguinte entre Eslovênia e Belarus valia pontos importante para a próxima fase. Belarus conseguiu boas sequências no 1º tempo e abriu 12-6, mas os favoritos eslovenos marcaram 5 seguidos e o 1º tempo terminou empatado em 15-15. Após 10 min do 2º tempo, a Eslovênia marcou 4 de uma vez e abriu 22-18, mas Belarus foi encostando até o 24-23. A Eslovênia foi melhor com um 4-1 nos 5 minutos finais e fechou o jogo com 29-25, com 8 gols em 9 tentativas de Blaz Janc.

Mais em Os Olímpicos