Siga o OTD

um ano para os jogos olímpicos vídeo tóquio Jogos Olímpicos de Tóquio Rikako Ikee

Tóquio 2020

COI lança vídeo celebrando um ano para início dos Jogos

A exatos 365 dias para a Cerimônia de Abertura, Tóquio lança vídeo com nadadora Rikako Ikee para exaltar a superação Confira!

Jogos Olímpicos de Tóquio começam no dia 23 de julho de 2021 (divulgação/Tokyo2020)

COI lança vídeo celebrando um ano para início dos Jogos

Falta exatamente um ano para o início dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Em comemoração, o COI (Comitê Olímpico Internacional) divulgou um vídeo nesta quinta-feira (23). A personagem escolhida para a filmagem foi a nadadora Rikako Ikee, de apenas 20 anos.

Rikako Ikee superou uma batalha contra leucemia diagnosticada em fevereiro de 2019. Seis vezes medalhista de ouro dos Jogos Asiáticos, a atleta relembrou o momento que descobriu a doença e ressaltou o trabalho dos médicos que a curaram também neste período de pandemia.

https://twitter.com/Tokyo2020/status/1286269514041028609

“Se tudo tivesse ocorrido como esperado, a esse horário a cerimônia de abertura estaria ocorrendo aqui. Era meu sonho estar nesses Jogos. As Olimpíadas são um evento especial para os atletas. Não poder realizar esse sonho deu um senso de perda que não pode ser colocada em palavras”, começou a nadadora segurando a tocha olímpica no Estádio Olímpico de Tóquio vazio.

“Eu entendo isso, e foi como quando fui diagnosticada com leucemia. Foi uma experiência dolorosa e amarga. O que me fez seguir em frente foi o apoio de doutores, enfermeiros e profissionais de saúde. Eu entendi o quanto importante e difícil é o que fazem. E agora estão enfrentando um novo inimigo: a Covid-19. Eu não posso agradecê-los o suficiente pelo que vêm fazendo. Obrigada”, acrescentou Rikako Ikee, no vídeo.

Em Tóquio, as arenas e locais que receberão os jogos foram iluminados para homenagear a marca de 365 dias restantes para o início dos Jogos. Além disso, os relógios espalhados pela cidade puderam oficialmente retomar a contagem regressiva para a cerimônia de abertura do evento.

Jogos Olímpicos Olimpíada Tóquio 2020 Ariake Arena um ano para os jogos olímpicos vídeo tóquio Jogos Olímpicos de Tóquio
Arenas foram iluminadas para lembrar o dia (divulgação/Tokyo2020)

“Tarefa gigantesca”

O presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), Thomas Bach, também se manifestou pela data especial deste dia 23 de julho. O mandatário definiu esse ano de preparação para o evento como uma “tarefa gigantesca” e passou uma mensagem positiva sobre a disputa olímpica do ano que vem.

+ A união das atletas em prol da natação feminina

“Com apenas um ano para os Jogos, uma tarefa gigantesca ainda está à nossa frente. Estou impressionado e agradecido pelo extraordinário progresso já realizado nos preparativos desde a decisão do adiamento”, falou Bach.

“Com nossos parceiros e amigos japoneses, concordamos que temos de adaptar o planejamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio às exigências da crise global, mantendo o espírito único e a mensagem que definem nossa missão. Dessa forma, podemos, juntamente com o Comitê Organizador, transformar esses Jogos Olímpicos de Tóquio em uma celebração sem precedentes da unidade e solidariedade da humanidade, tornando-os um símbolo de resiliência e esperança. Mostrando que somos mais fortes juntos”, acrescentou o alemão, que já confirmou a sua candidatura para a reeleição no cargo de presidente do COI.

Jogos Olímpicos Olimpíada Tóquio 2020 Estádio Nacional de Tóquio um ano para os jogos olímpicos vídeo tóquio Jogos Olímpicos de Tóquio
Estádio Nacional de Tóquio (divulgação/Tokyo2020)

Grupos LGBT lançam campanha

Além do vídeo, esta terça-feira marca ainda o início de uma campanha organizada por diversos grupos de direitos humanos com o objetivo de defender o direito cidadãos LGBT.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

A expectativa dos grupos é promover direitos iguais para as pessoas LGBT em Tóquio, onde existe uma portaria que protege contra a discriminação, e no restante do país devido à visibilidade do evento.

“O Japão tem a oportunidade de ser um verdadeiro líder global de direitos LGBT, protegendo-os contra a discriminação no país”, declarou Kanae Doi, diretora do grupo “Human Rights Watch”, um dos apoiadores da campanha.

Mais em Tóquio 2020