Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Gabrielzinho conquista seu terceiro ouro no Mundial

Gabrielzinho leva seu terceiro ouro individual no Mundial de natação paralímpica e Brasil conquista seis medalhas no dia

Gabriel Araújo conquistou seu terceiro ouro no Mundial (Foto: Alê Cabral/CPB)

O Brasil conquistou mais seis medalhas no Mundial de natação paralímpica, na Ilha da Madeira, em Portugal, nesta sexta-feira (17). Gabriel Araújo, o Gabrielzinho, foi o principal destaque, conquistando o ouro nos 50m costas S2. O revezamento 4x100m livre 49 pontos misto também foi campeão. José Ronaldo foi prata nos 50m costas S1, enquanto Phelipe Rodrigues foi bronze nos 100m livre S10, assim como Mariana Gesteira nos 100m costas S9 e o revezamento 4x100m medley misto da classe S14.

+ Bia Haddad vence dois jogos e vai à semi no WTA 250 de Birmingham

Gabriel Araújo sobrou nos 50m costas da classe S2 e levou o ouro com o tempo de 53.24, novo recorde das Américas. Ele venceu com quase quatro segundos de diferença sobre o segundo colocado, o polonês Jacek Czech, prata com 57.04. O chileno Alberto Diaz ficou com o bronze, a 57.38.

Foi o terceiro ouro de Gabrielzinho neste Mundial de natação paralímpica, depois dos títulos no 100m costas e nos 200m livre, sempre na classe S2. Vale destacar que ele tem 20 anos e, apesar de ter sido campeão paralímpico em Tóquio 2020 e um dos principais nomes dos Jogos, esta é sua primeira participação em Campeonatos Mundiais.

Revezamento é ouro

Quem também vai voltar para o Brasil com a mala cheia de medalhas de ouro é Maria Carolina Santiago, que conquistou sua sétima medalha neste Mundial, a sexta dourada. Ela integrou o revezamento brasileiro 4x100m livre misto 49 pontos, junto a Lucilene Sousa, Douglas Matera e Wendell Belarmino, que faturou o ouro 3:54.26. Espanha e Grã-Bretanha completaram o pódio.

Maria Carol Santiago Mundial de natação paralímpica
Maria Carol Santiago comemora mais um ouro no Mundial (Foto: Alê Cabral/CPB)

Já no revezamento 4x100m medley misto da classe S14, o Brasil conquistou a medalha de bronze, com Ana Karolina de Oliveira, Débora Carneiro, Gabriel Bandeira e João Brutos. A equipe marcou 4:13.35. Numa chegada emocionante, a Grã-Bretanha levou o ouro com 4:09.29, deixando a Austrália com a prata em 4:09.30.

Outras medalhas individuais

Já José Ronaldo faturou a medalha de prata nos 50m costas S1, batendo o recorde das Américas com 1:19.47. Apesar disso, ele ficou distante do ouro, que ficou com o ucraniano Anton Kol, marcando 1:14.37. O grego Dimitrios Karypidis foi bronze a 1:26.73. Foi o terceiro pódio do brasileiro, que tem 41 anos, neste Mundial, após dois bronzes.

José Ronaldo da Silva no Mundial de vôlei de praia
José Ronaldo faturou sua terceira medalha no Mundial (Foto: Alê Cabral/CPB)

Depois de seu ouro nos 100m livre, Mariana Gesteira faturou a medalha de bronze nos 100m costas da classe S9, após marcar 1:11.34. A espanhola Nuria Soto ficou com o ouro, com 1:10.25, enquanto a estadunidense Hannah Aspden foi prata, a 1:10.94.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Phelipe Rodrigues foi bronze nos 100m livre S10, marcando 52.90. Ele ficou atrás do australiano Rowan Crothers, que bateu o recorde da competição para levar o ouro, com 50.70, e do italiano Stefano Raimondi, prata com 51.17.

Wendell e Lucas fora do pódio

Wendell Belarmino foi o sétimo colocado na final dos 100m S11, marcando o tempo de 1:17.58. O ucraniano Mykhailo Serbin levou o ouro, com direito a novo recorde do campeonato, com 1:06.98. Já Lucas Mozela foi o quinto colocado na final dos 100m costas S9, com 1:07.08. O vencedor foi o italiano Simone Barlaam, com 59.72, batendo o recorde mundial.

O Brasil já acumula 47 medalhas neste Mundial, sendo 17 ouros, nove pratas e 21 bronzes. O país aparece na terceira colocação do quadro de medalhas, que é liderado pela Itália, com 22 ouros, 18 pratas e 13 bronzes (total de 53). Os Estados Unidos aparecem em segundo lugar, com 18 ouros e 31 medalhas.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Paralimpíada Todo Dia