Siga o OTD

Maratona de Nagoya

Laguna Olímpico

Com maratona icônica, Japão tem seu primeiro grande evento na pandemia

Maratona de Nagoya, maior prova do mundo exclusiva para mulheres, reunirá cinco mil atletas neste domingo

Mizuki Matsuda é apontada como a favorita para vencer a Maratona de Nagoya (World Athletics)

Com maratona icônica, Japão tem seu primeiro grande evento na pandemia

Enquanto tenta finalizar os preparativos para a Olimpíada de Tóquio-2020, mesmo em meio à pandemia do coronavírus, o Japão terá neste domingo (14) um importante teste para grandes eventos. A Maratona feminina de Nagoya, que tem o título de maior corrida pedestre do mundo para mulheres, segundo o Guiness World Records, será realizada apenas com atletas japonesas. Ainda assim, com um número considerável de participantes, cinco mil atletas.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
+ Curta a página do blog no Facebook
+ O blog também está no Instagram. Siga

Em seu 10º ano, a Maratona de Nagoya já reuniu um total de 160 mil competidoras ao longo da história. Em razão das restrições impostas pela Covid-19, haverá também este ano uma versão virtual da maratona, com outras 20 mil pessoas competindo de suas casas. A World Athletics (Federação Internacional de Atletismo) deu à prova o selo platinum, a principal classificação da entidade para provas de rua.

“Para cumprir nossa responsabilidade como uma corrida de estrada da World Athletics Platinum, passamos muito tempo examinando como poderíamos garantir a participação segura de corredores, voluntários e todas as partes envolvidas. Tomando todas as precauções possíveis no ‘novo normal’, esperamos fazer desta prova um recomeço para o futuro”, afirmou Teddy Okamura, diretor da prova.

Mesmo só com atletas locais, a expectativa é de um nível técnico interessante. Há 15 dias, Kengo Suzuki venceu a maratona de Lake Biwa, a mais tradicional da distância no Japão, com a marca de 2h04min56s. Ele foi o primeiro não africano a correr uma maratona abaixo de 2h05min.

Em Nagoya, a principal favorita entre as atletas do pelotão de elite confirmadas é Mizuki Matsuda, que tem como melhor marca pessoal 2h21min47s, obtida em sua vitória na Maratona de Osaka de 2020. Ela quer correr abaixo de 2h20min ou quebrar o recorde nacional da distância, de 2h21min11s, que pertence a Mao Ichiyama, já classificada para a Olimpíada de Tóquio.

Clique no link e seja você também um apoiador do blog. Ajude a combater a monocultura esportiva no Brasil

Mais em Laguna Olímpico