Siga o OTD

Judô

Rafaela Silva conquista primeiro pódio de Slam após retorno

Brasileira ficou com a medalha de bronze em Tbilisi, na Geórgia, e chorou após sair do tatame. Foi a única do país no dia, que teve William Lima e Amanda Lima na quinta colocação

Rafaela Silva judô medalha de bronze Grand Slam de Tbilisi de judô
(Emanuele di Feliciantonio/IJF)

A brasileira Rafaela Silva conquistou nesta sexta-feira (3) a primeira medalha em um Grand Slam de judô após retornar de dois anos de suspensão. Ela ficou com o bronze em Tbilisi batendo na disputa pelo pódio a francesa Priscilla Gneto e chorando bastante ao deixar o tatami. Vale lembrar que Rafa foi campeã do Grand Prix de Portugal nesse ano. Esse bronze em Tbilisi foi a única medalha do Brasil no primeiro dia de disputas, mas Willian Lima e Amanda Lima chegaram perto, cada um com um quinto lugar. O torneio segue no sábado (4) e termina domingo (5).

Rafaela Silva (57kg) derrotou Gneto nas punições, já dentro do golden score. A campeã olímpica na Rio-2016 e mundial em 2013 chegou perto de aplicar um waza-ari no tempo extra, que lhe daria a vitória. A projeção foi para avaliação no vídeo e a pontuação não foi confirmada. A campanha da brasileira no Grand Slam de Tbilisi começou com vitória sobre Leyla Umidova, do Turcomenistão. Depois, já nas quartas de final, Rafaela Silva perdeu para a sul-coreana Huh Mimi e foi enfrentar a cazaque Sevara Nishanbayeva na repescagem. Venceu e ganhou vaga na disputa da medalha de bronze.

Quintos lugares

Amanda Lima (48kg), de 23 anos, e Willian Lima (66kg), de 22, chegaram fecharam na quinta colocação. Foi o melhor resultado de Amanda dentre os principais torneios do circuito mundial de judô. Esse ano, ela já tinha feito dois sétimos lugares, no Grand Prix de Portugal e no concorrido Grand Slam de Paris, e foi campeã do Campeonato Pan-Americano e Oceania. Agora em Tbilisi, ganhou as duas primeiras lutas, contra a israelense Tamar Malca e a austríaca Katharina Tanzer, e chegou na semifinal. Lá perdeu para a francesa Melanie Clement, oitava do mundo e primeira cabeça de chave do torneio, e foi para a luta do bronze, onde caiu para outra francesa, Blandine Pont.

Willian Lima, campeão mundial júnior em 2019, venceu Hekim Agammedov, do Turcomenistão, na estreia, depois passou pelo francês Reda Seddouki e caiu nas quartas de final para o japonês Ryoma Tanaka. Se recuperou na repescagem eliminando Shahboz Saidaburorov, do Tajiquistão, credenciando-se para encarar o georgiano número quatro do mundo Vasha Margvelashvili na luta do bronze, onde perdeu. Com apenas 22 anos, esse é o quarto Grand Slam que ele disputa nesse ano, foi finalista em Antalya e sétimo colocado em Paris. Além disso, foi bronze no Campeonato Pan-Americano e Oceania.

Mais Brasil no dia

Fora Rafaela Silva, Amanda Lima e Willian Lima, outros judocas representaram o país na Georgia, última competição antes do início da corrida olímpica rumo a Paris-2024. Natasha Ferreira (48kg) ganhou a primeira luta, na segunda rodada, sobre a azeri Shafag Hamidova, mas a seguir parou na francesa Melanie Clement nas quartas de final. Caiu para a repescagem, onde foi eliminada pela austríaca Katharina Tanzer e saiu do Grand Prix de Tbilisi de judô com a sétima colocação.

Allan Kuwabara (60kg) também venceu uma, Khanboloy Yrysbekov, do Quirguistão, mas parou nas oitavas de final ao perder para o Turan Bayramov, do Azerbaijão. Eric Takabatake (66kg) teve campanha similar, passando por Mounis Hawsawi, da Arábia Saudita na primeira rodada e sendo derrotado pelo azeri Ibrahim Aliyev nas oitavas. Nos 52 quilos, Yasmin Lima e Maria Taba pararam na segunda rodada, ambas na primeira luta. O mesmo ocorreu com Thayane Lemos (57kg). Já Ryan Conceição (60kg) perdeu na primeira rodada.

Sequência no Grand Slam

Neste sábado (4) tem Ketleyn Quadros (63kg), Tamires Crude (63kg), Luana Carvalho (70kg), Julio Koda (73kg) e Vinícius Panini (81kg). Começa às 4h30 e as disputas pelas medalhas estão marcadas para as 10h. Domingo (5) é dia de Mayra Aguiar (78kg), André Humberto (100kg) e Juscelino Nascimento Jr (+100kg), com início às 5h e as disputas de medalha a partir das 10h. Acompanhe o judô ao vivo aqui pelo Olimpíada Todo Dia.

+SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Judô