Siga o OTD

Judô

Brasil encerra primeiro dia do Grand Slam sem medalhas

Brasil encerra primeiro dia do Grand Slam de Tóquio sem medalhas
Divulgação/IJF

Com nove brasileiros na disputa de medalha, Brasil fica longe do pódio no primeiro dia do Grand Slam de Tóquio.

Começou na madrugada deste sábado (2) o Grand Slam de Tóquio, que contará com a participação de 14 brasileiros no total. Neste primeiro dia de competições, nove deles foram ao tatame: Stefannie Koyama, Gabriela Chibana, Jéssica Pereira, Rafaela Silva, Ketleyn Quadros, Eric Takabatake, Phelipe Pelim, Charles Chibana e Marcelo Contini. Entretanto, o Brasil não conquistou nenhuma medalha nas categorias disputadas.

Na disputa dos 48Kg feminino, Stefannie Koyama foi a representante brasileira no tatame. Enfrentando a francesa Melanie Clemente, entretanto, Stefannie foi derrotada ao cometer duas faltas.

Na mesma categoria estava Gabriela Chibana, que começou vencendo a portuguesa Joana Diogo com um waza-ari e um ippon.

No round seguinte, porém, Gabriela foi derrotada por Urantsetseg Munkhbat, da Mongólia, com um ippon. Ao final das disputas, o título da categoria ficou com a japonesa Ami Kondo.

Ainda no feminino, mas nos 52Kg, Jéssica Pereira venceu a primeira luta com um ippon, contra a mexicana Luz Olvera.

No combate seguinte, porém, a brasileira sofreu a derrota para a japonesa Uta Abe, com um waza-ari. A vencedora da luta com Jéssica ficou com o ouro na categoria.

Uma das principais esperanças de ouro no Grand Slam de Tóquio, Rafaela Silva, caiu na primeira luta do dia. Diante de Enkhriilen Lkhagvatogoo, da Mongólia, sofreu um ippon e não avançou na competição. O título dos 57Kg feminino foi da japonesa Tsukasa Yoshida.

A última representante brasileira do dia em Tóquio foi Ketleyn Quadros, na categoria 63Kg. No entanto, Ketleyn também foi derrotada na estreia, por Mungunchimeg Baldorj, da Mongólia, ao receber um waza-ari. A japonesa Miku Tashiro conquistou o lugar mais alto do pódio.

Já no masculino, na categoria 60Kg, Phelipe Pelim começou vencendo. O brasileiro superou o chinês Yi Shang com um ippon.

Na luta seguinte, derrotou David Pulkrabek, da República Tcheca, com um waza-ari.

Decidindo o lugar nas finais, Phelipe foi derrotado pelo japonês Naohisa Takato, com um waza-ari.

Na repescagem, diante do também japonês Toru Shishime, o brasileiro foi derrotado com um waza-ari e ficou sem medalha.

Na mesma categoria estava Eric Takabatake, que foi derrotado com um ippon pelo sul-coreano In Hyuk Choi. O responsável pela eliminação de Phelipe Pelim, Naohisa Takato, ficou com o ouro.

Nos 66Kg, Charles Chibana começou na segunda luta do dia, vencendo Shugen Nakano, das Filipinas, com um waza-ari e um ippon.

Chibana parou no japonês Joshiro Maruyama, ao sofrer um waza-ari no Golden Score. O título da categoria ficou com o também japonês Hifumi Abe.

Assim como Charles Chibana, Marcelo Contini também não participou da primeira luta do round preliminar nos 73Kg masculino. E, lutando contra o sul-coreano Joonsung Ahn, foi derrotado com um waza-ari no Golden Score, totalizando pouco mais de sete minutos de combate. O japonês Arata Tatsukuna conquistou o ouro.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Judô