Siga o OTD

Judô

Dia histórico nos Jogos de Londres de volta hoje no SporTv

A partir das 23h, o canal reapresenta às campanhas do ouro de Sarah Menezes e do bronze de Felipe Kitadai nas Olimpíadas de 2012

Dia histórico nos Jogos de Londres de volta hoje no SporTv

Com a falta de transmissões de eventos esportivos por conta da pandemia do novo coronavírus, os canais esportivos têm apelado para as reprises de antigos eventos. Em casa, na quarentena, o fã do esporte olímpico já pôde rever conquistas históricas no vôlei, como a medalha de ouro da seleção masculina na Rio-2016 ou performances inesquecíveis das lendas olímpicas Usain Bolt, do atletismo, e Michael Phelps, da natação.

Nesse domingo (26), a partir das 23hs, o SporTV 2 irá reapresentar o primeiro dia de competições de judô nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, que entrou para a história do esporte brasileiro. O Brasil levou duas medalhas. Uma de ouro e uma de bronze, com Sarah Menezes e Felipe Kitadai.

Golden Score ao quadrado garantiu o bronze a Kitadai

O primeiro a subir no tão sonhado pódio foi o paulista Felipe Kitadai, na categoria até 60kg. Na manhã do dia 28 de julho, o judoca venceu duas lutas e chegou até as quartas de final. Em um luta dura, acabou derrotado pelo cazaque Ribek Shobirov, por ippon e acabou indo para a repescagem.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Kitadai não se deixou abalar com a derrota, entretanto. Na parte da tarde, venceu duas lutas seguidas, com tons de dramaticidade: ambas foram ao golden score – quando o judoca que marca o primeiro ponto vence – sobre o sul-coreano Gwang-Hyeon Choi e o italiano Elio Verde, garantindo assim o lugar de Kitadai seu lugar no pódio.

Imediatamente após a medalha, a fotógrafa romena Gabriela Sabau tirou uma foto que entrou para o seleto grupo das dez melhores imagens registradas por fotógrafos da Federação Internacional de Judô (FIJ) entre 2010 e 2019. Nela, vemos Felipe Kitadai face a face com o técnico da seleção de judô Luiz Shinohara, celebrando a conquista.

(Gabriela Sabau/IJF)

Uma tranquila, duas tensas, freguesa e campeã olímpica: o caminho de Sarah Menezes ao ouro

O torcedor brasileiro nem teve tempo de comemorar. Na sequência, a piauiense Sarah Menezes entrou para a história do esporte olímpico brasileiro. Focada, a judoca derrotou a romena Alina Dumitru, campeã dos Jogos de Pequim 2008, e se tornou a primeira mulher brasileira a ganhar uma medalha de ouro no judô nas Olimpíadas.

Até aquele sábado do verão europeu, apenas uma mulher brasileira havia conseguido o ouro em prova individual na história dos Jogos Olímpicos: Maurren Maggi, no salto em distância, em Pequim 2008.

A medalha coroou um dia incrível de Sarah Menezes na categoria -48 kg. Em sua primeira luta, uma vitória simples por dois yukos sobre a vietnamita Ngoc Tu Van. Na sequência, uma luta muito tensa. Contra a francesa Laetitia Payet, a luta parecia se encaminhar ao golden score, mas Sarah tirou um yuko da cartola a 18 segundos do fim.

Na luta das quartas, que já lhe garantiria uma disputa por medalhas, confronto com uma adversária que, para ela, representava seu principal desafio em Londres 2012: a chinesa Shugen Wu. Após dois yukos a favor por punição, Sarah foi às semis.

Sarah Menezes e Felipe Kitadai: ouro e bronze em Londres 2012
Sarah Menezes com sua medalha de ouro em Londres 2012 (Instagram/Sarahmenezes)

A luta que poderia colocá-la na final foi contra uma eterna freguesa. A belga Charline Van Snick nunca a tinha vencido, nem em treinos. Com um yuko, se garantiu na decisão.

A adversária Alina Dumitru levava desvantagem no confronto direto contra Sarah: duas vitórias em cinco embates. Mesmo assim, a atual campeã olímpica não seria fácil de ser batida. Sarah conseguiu abrir o placar com um yuko e sustentou a vantagem até o final, conseguindo ainda ampliar com um wazari antes de sagrar-se campeã dos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Além de Sarah Menezes e Felipe Kitadai, Rafael Silva conseguiu uma medalha de bronze para o judô brasileiro nos Jogos de Londres 2012 na categoria +100 kg.

Mais em Judô