Siga o OTD

Brasil e Tunisía - Mundial de handebol

Handebol

Brasil reage e empata a segunda no Mundial de handebol

Seleção encara jogo duríssimo contra a Tunísia e consegue o empate no final do jogo, indo a dois pontos no Mundial

Brasil empatou na estreia com a Espanha (Twitter/Time Brasil)

Brasil reage e empata a segunda no Mundial de handebol

Que jogo! Neste domingo (17), pela segunda rodada do Grupo B do Campeonato Mundial de handebol masculino, o Brasil encarou um jogo duríssimo com a Tunísia, reagiu após ir para o intervalo perdendo, e conseguiu empatar, com emoção até o último lance, pelo placar de 32 a 32.

Com o resultado, o Brasil chega ao segundo empate na competição, depois da igualdade com a Espanha na estreia, e vai a dois pontos, enquanto a Tunísia fica com um. Agora, o Brasil encara a Polônia no último duelo da fase de grupos, nesta terça-feira (19), às 16h30 (de Brasília), com cobertura ao vivo do Olimpíada Todo Dia.

+Veja a tabela completa do Mundial de handebol

Haniel Langaro foi mais uma vez um dos destaques do Brasil, marcando seis gols em sete oportunidades. Rudolph Hackbarth também anotou seis em 10, enquanto o estreante Guilherme Torriani, chamado para o lugar de Felipe Borges, e Henrique Teixeira fizeram cinco gols em seis chances cada.

Vale lembrar, no entanto, que o Brasil tem desfalques importantes para este Mundial, já que o capitão Thiagus Petrus, o goleiro Ferrugem e o ponteiro Felipe Borges foram diagnosticados com Covid-19. Além deles, não pôde contar também com Cleber Andrade, que não se recuperou de lesão sentida antes da estreia.

Além disso, o time não conta com seu técnico Marcus “Tatá” Oliveira e mais quatro membros da comissão técnicos, todos com coronavírus. Assim, o Brasil foi comandado pelos auxiliares Giancarlos Ramirez e Leonardo Bortolini.

O jogo

Ao contrário do que aconteceu no primeiro jogo, este começou bastante equilibrado, sem que nenhum dos times abrisse vantagem. A Tunísia, no entanto, entrou em quadra com uma marcação muito forte e aos poucos conseguiu encaixar os contra-ataques, complicando a vida do Brasil. A seleção brasileira, por sua vez, desperdiçou chances importantes, com erros bobos, que custaram caro.

A Tunísia, então, aproveitou para construir uma vantagem mais confortável, que chegou a cinco gols nos minutos finais da parcial. O Brasil ainda tentou reagir, mas não conseguiu cortar a diferença, indo para o intervalo perdendo por 20 a 16.

Brasil e Tunísia no Mundial de handebol de 2021 (Twitter/Egypt2021EN)

Na segunda etapa, o Brasil voltou mais ligado e com a defesa bem mais sólida, com Maik do lugar de Rangel no gol. Assim, a equipe conseguiu fechar a sua meta e empatou o jogo com nove minutos. O jogo ficou, então, equilibrado e franco, mas a Tunísia conseguia se manter a frente, sempre obrigando o Brasil a busca o empate.

Faltando 15 minutos para o fim do jogo, a seleção enfim conseguiu virar o placar, mas sem abrir vantagem. E assim, a partida ficou aberta até o fim. Nos últimos minutos, entretanto, a Tunísia melhorou, enquanto o ataque brasileiro voltou a desperdiçar oportunidades cruciais. No último minutos, o Brasil conseguiu empatar e no lance final, a bola da Tunísia bateu no travessão e caiu em cima da linha. Arbitrage, no entanto, invalidou o gol e decretou o empate.

Retrospecto

Na última participação em um Mundial de handebol, o Brasil fez história. Em janeiro de 2019, o time comandado por Washington Nunes terminou a competição em nono lugar depois de vencer quatro equipes europeias no torneio.

Mas, apesar do feito histórico, o ano de 2019 não teve um saldo todo positivo. Nos Jogos Pan-Americanos de Lima, o Brasil não conseguiu ficar com o ouro, perdendo na semifinal para o Chile, o que complicou a classificação para os Jogos Olímpicos. 

A competição

O Campeonato Mundial de handebol masculino acontecerá entre os dias 13 e 31 de janeiro de 2021 e contará, pela primeira vez, com 32 seleções. Na primeira fase, os três melhores de cada chave seguem para a segunda fase, que ainda não tem os cruzamento definidos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

A Dinamarca é a atual campeã do Mundial de handebol, que terá também a França, maior vencedora da competição com seis títulos. Vale lembrar ainda que República Tcheca e Estados Unidos desistiram de disputar o torneio após surtos de coronavírus em suas equipes. No lugar deles, estarão, respectivamente, Macedônia do Norte e Suíça.

REVEJA: BRASIL X TUNÍSIA – CAMPEONATO MUNDIAL DE HANDEBOL

Mais em Handebol