Siga o OTD

Ginástica Artística

Copa do Mundo tem medalha ucraniana e punição a Belarus

Federação Internacional de Ginástica puniu Rússia e Belarus com retirada de bandeira e hino. Eventos nos países estão proibidos.

Na Copa do Mundo de Cottbus de Ginástica Artísitca, Illia Kovtun vence medalha para Ucrânia e Rússia e Belarus são punidas
(Stephan Lausitz / Turnier der Meister)

A Federação Internacional de Ginástica (FIG) resolveu punir a Rússia e Belarus após a invasão da Ucrânia. Desde o último sábado (26) as bandeiras nacionais dos países não devem ser exibidas e os hinos também não devem ser tocados em qualquer um dos eventos aprovados pela FIG e os países estão proibidos de receber eventos da federação. A FIG também irá pedir para sua Fundação para Solidariedade que destine uma ajuda especial para apoiar atletas ucranianos e outros membros da Federação Ucraniana de Ginástica.

As mudanças já foram sentidas na primeira etapa de Copa do Mundo de 2022, realizada em Cottbuss, Alemanha, neste final de semana. As bandeiras de Belarus não constavam no Gerador de Caracteres (GC) e nem foram hasteadas no ginásio. A Rússia não participou do evento, que também não contou com a participação de ginastas do Brasil.

Nas primeiras finais realizadas neste sábado (26), Belarus levou um ouro e um bronze, enquanto a Ucrânia levou uma prata. O país palco da invasão russa está representado por quatro atletas, Daniela Batrona, Nazar Chepurnyi, Illia Kovtun e Roman Vashchenko, e todos alcançaram finais.

Yahor Sharamkou, de Belarus, levou o ouro no solo, com 13.933 e foi o primeiro sinal claro da ação da FIG quando a transmissão não mostrou sua bandeira. Ele terminou a frente do croata Aurel Benovic, que ficou com a prata com 13.766 e do italiano Thomas Grasso que foi o bronze (13.700). A competição teve a participação do atual campeão olímpico Artem Dolgopyat (ISR) que terminou em sexto com 13.400.

Belarus levou uma outra medalha na Copa do Mundo de ginástica artística, o bronze nas barras paralelas com Anastasiya Smantsar (13.100), atrás apenas de duas holandesas que fizeram uma dobradinha laranja. Tisha Vollemann levou o ouro, com 13.333, a frente da compatriota Sanna Veerman, com 13.166.

O ucraniano Illia Kovtun, medalhista de bronze no individual geral no Campeonato Mundial de 2021, levou a medalha de prata no cavalo (14.166) em prova vencida pelo croata Filip Ude (14.366). O norte-americano Brody Malone completou o pódio, com 14.133 (foto do pódio acima em destaque). Kovtun também ficou em quarto no solo.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Na final das argolas em Cottbus, o ucraniano Roman Vashchenko ficou em quinto lugar, com 13.866 em prova vencida pelo campeão mundial de 2019, Ibrahim Çolak (TUR), com 14.733. O armênio Vahagn Davtyan levou a prata (14.600) e o britânico Courtney Tullock ficou 14.500 para garantir o bronze. No salto entre as mulheres, a eslovênia Tjasa Kysselef ficou com ouro, atingindo a nota de 13.183, a frente da israelense Ofir Netzer (12.983) e da espanhola Alba Petisco (12.916).

As cinco finais restantes (solo e trave para as mulheres, salto, barras paralelas e barra fixa para os homens) da Copa do Mundo de Cottbus serão disputadas na cidade alemã ainda neste domingo (27).

Presidente da FIG

Em nota oficial, a Federação Internacional de Ginástica afirmou que todas as etapas de Copa do Mundo e da World Challenge Cup que aconteceriam tanto na Rússia quanto em Belarus estão canceladas e nenhum outro evento da FIG deverá ser realizado em um desses países. 

“Como uma federação desportiva, nossa missão principal é proteger todos nossos atletas, inclusive os proteger de pressão política”, comentou o presidente da FIG Watanabe Morinari. 

“Nossos pensamentos vão para os membros da comunidade de ginástica da Ucrânia. Esporte diz respeito a amizade e solidariedade. Nós devemos mostrar solidariedade com os membros de nossa família que estão em desespero e oferecer uma mão amiga para garantir seus futuros”.

+ Presidente Honorário, Putin é suspenso da Federação Internacional de Judô

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Ginástica Artística