Siga o OTD

Tamires e Yasmin destacam mentalidade e força do Corinthians às vésperas da final

Futebol

Tamires e Yasmin destacam mentalidade e força do Corinthians às vésperas da final

Atletas querem foco total no 2º jogo da final do Brasileirão e ressaltam importância da mentalidade vencedora para defender o título

(Divulgação/Corinthians)

Tamires e Yasmin destacam mentalidade e força do Corinthians às vésperas da final

No próximo domingo (26), será definido o grande campeão do Brasileirão Feminino de 2021. Corinthians e Palmeiras fazem um duelo inédito na final do campeonato, em que o Timão conseguiu a vantagem mínima de 1 a 0 no jogo de ida, no Allianz Parque. Agora, na partida e volta na Neo Química Arena, as jogadoras alvinegras Tamires e Yasmin destacaram a mentalidade vencedora e a força do elenco corintiano para buscar somar mais uma taça ao currículo para lá de vencedor do clube.

“O elenco do Corinthians é muito forte e acho que isso faz toda a diferença. O [técnico] Arthur Elias também consegue rodar bastante o grupo e isso ajuda a gente a manter a consistência, a regularidade nos jogos. E ele é um cara que estuda muito, que respira futebol… Então ele tem muitas variações táticas e nos dá esse entendimento da variação de jogadas. E esse elenco estar trabalhando há muito tempo junto, a gente se entende dentro de campo pelo olhar. A gente já tem essa conexão e isso faz a diferença”, ressaltou Tamires em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (24).

“A gente é treinado todos os dias para isso. É uma coisa treinável, essa mentalidade de querer mais. E eu vejo muito isso não só no Arthur, mas em toda a comissão. Eles fazem com que a gente pense dessa forma, que a gente não pode se acomodar de maneira alguma. Isso é um mérito de todo o conjunto do Corinthians e principalmente dessa comissão, que sempre joga a gente para cima, depois aumenta a meta… É sempre assim”, completou Yasmin.

Foco nos 90 minutos

Para Tamires e Yasmin, o jogo anterior já ficou no passado. O foco agora precisar estar no duelo de domingo, especialmente porque a vantagem é mínima e porque o Palmeiras é o time que mais complicou a vida do Corinthians esse ano. São dois empates e uma vitória alvinegra, com apenas três gols marcados.

“Nós estamos em um esporte que a gente não pode pensar no jogo que passou. A gente tem que entrar no jogo pensando que é uma final, que são 90 minutos, e que nada aconteceu, o que ficou para trás, ficou. Talvez a gente no finalzinho do jogo, faltando pouco para acabar, a gente pense nessa vantagem e aí sim tentar segurar o resultado. Mas o Corinthians é um time que joga muito para frente, tenta impor seu estilo de jogo, e acho que a gente tem que ir com essa cabeça. Até porque são dois times muito bem treinados, isso demonstra o porque é tão difícil de jogar, de ter mais finalizações… A gente tem que estar preparada e concentrada”, pontuou Tamires.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Yasmin também vê a vantagem como mínima e por isso quer que o Corinthians apresente mais dentro de campo. Campo este da Neo Química Arena, que as jogadoras vão reencontrar pela primeira vez desde a final do ano passado e que pode ser um trunfo para o Timão.

“Essa vantagem é mínima. Então a gente sabe que precisa de mais, que nosso desempenho pode ser melhor e a gente vem trabalhando em cima disso. Porque é um jogo que vale título e se a gente realmente quiser levantar o caneco, a gente precisa de um desempenho melhor do que foi no primeiro jogo da final. É um gramado muito bom de jogar e favorece nosso estilo de jogo, com passes rápidos. E como a gente gosta de trabalhar bastante a bola, fazer o adversário correr atrás, isso favorece a gente. É um lugar que trás muitas boas lembranças para nós e espero poder repetir isso domingo”, concluiu Tamires. .

Mais em Futebol