Siga o OTD

Victoria Vizeu - Esgrima - Lima 2019 - Victoria Vizeu -

Esgrima

Ainda cadete, Victoria Vizeu é a melhor brasileira no Mundial juvenil de espada

Depois de ser classificar em 26º. lugar, Victoria Vizeu foi eliminada na fase de 64 do Mundial juvenil. Neste sábado, ela compete na categoria dela

Ainda cadete, Victoria Vizeu é a melhor brasileira no Mundial juvenil de espada

Nome mais conhecido entre os brasileiros que disputaram a competição individual de espada nesta sexta-feira no Mundial Cadete de Juvenil de esgrima, Victoria Vizeu teve um ótimo começo, se classificou bem nas poules, mas acabou eliminada precocemente em seu primeiro confronto eliminatório na fase de 64. A esgrimista ficou em 40º. lugar, mas não deixa de ser um bom resultado, já que ela ainda é cadete e a competição de hoje foi juvenil.

A cinco dias de completar 17 anos, Victoria Vizeu carrega a responsabilidade de, aos 15, ter disputado os Jogos Pan-Americanos de Lima-2019 e ter se tornado uma das mais promissoras atletas da esgrima brasileira. Na estreia dela no Mundial juvenil nesta sexta, ela cumpriu as expectativas. Jogando firme, se classificou nas poules com quatro vitórias e duas derrotas, ficando na 26ª. colocação geral. Além dela, Carolina Checheliski também avançou, mas em 86º. lugar, enquanto Giorgia Giordano (96ª.) e Clara Amaral (97ª.) foram eliminadas.

+Florete do Brasil fica em 11º no feminino e 12º no masculino no Mundial juvenil

Carolina Checheliski entrou no mata-mata na fase de 128 e não conseguiua avançar. Ela foi derrotada pela bielorrussa Aliaksandra Tsurskaya. Já Victoria Vizeu, com o 26º. lugar obtido nas poules, entrou direto na fase de 64 e teve como adversária a ucraniana Olexandra Lazarenko, que ficou em 39º. lugar na fase classificatória.

Apesar da expectativa de que ela pudesse avançar, Victoria Vizeu perdeu por 14 a 12 numa disputa acirradíssima e acabou eliminada. Com o resultado, ela terminou a competição na 40ª. posição geral, enquanto Carolina Checheliski foi a 87ª. colocada. Toda a equipe brasileira que disputou a competição juvenil volta a competir neste sábado na categoria cadete.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

No masculino, nenhum brasileiro teve um desempenho muito bom nas poules. Entre 159 participantes, Mauricio Pellegrino foi o melhor terminando em 103º., enquanto Leandro Seini e Tarcisio Mendes empataram em 111º. lugar. Os três se classificaram para o mata-mata, enquanto Lucas Busnardo, que ficou em 150º. foi eliminado.

No mata-mata, contra adversários bem melhor ranqueados nas poules, Leandro Seini perdeu para o russo Aleksey Udovichenko por 15 a 9 e Tarcisio Mendes levou de 15 a 10 de Glebs Caikovskis, da Letônia. O único a se classificar foi Maurício Pellegrino, que venceu por 15 a 9 o ucraniano Dmytro Mykytenko, que tinha passado das poules em 26º. lugar.

Na fase de 64, no entanto, contra o estoniano Jaron Kiiroja, Maurício Pellegrino perdeu por 15 a 8 e disse adeus ao Mundial. Na classificação geral, o brasileiro terminou em 63º. lugar.

Mais em Esgrima